Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da dinâmica social na difusão de novos comportamentos em grupos de macacos-prego (Sapajus libidinosus) que habitam a caatinga do Parque Nacional Serra da Capivara

Processo: 11/19468-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2012 - 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Eduardo Benedicto Ottoni
Beneficiário:Eduardo Benedicto Ottoni
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Camila Galheigo Coelho
Assunto(s):Comportamento de utilização de ferramentas  Macacos  Macacos prego 

Resumo

A existência de tradições comportamentais - comportamentos cuja aprendizagem é socialmente mediada - em animais não-humanos tem sido tema de intenso debate na última década. Um comportamento deve ser analisado nas suas três dimensões para ser descrito como uma tradição comportamental: (1) a contribuição do contexto social, (2) o grau de disseminação do mesmo e (3) a persistência do comportamento no grupo. Estudar populações selvagens tem a vantagem de trabalhar com o complexo contexto ecológico e social em que ocorre a aprendizagem socialmente mediada. No entanto, métodos que possibilitam a verificação empírica da aprendizagem social em populações selvagens (por exemplo, Kendal et al. 2009; Franz & Nunn, 2009) estão ainda em seu início. No presente estudo planejamos realizar um experimento em que introduziremos uma caixa problema de suas ações à dois grupos, porém num contexto naturalístico. Propomos acompanhar o aparecimento de uma inovação (resolução da tarefa) em grupos de macacos neotropicais selvagens, mapear as redes sociais dos grupos estudados e acompanhar a disseminação do comportamento pelos membros integrantes dos grupos. Se de fato houver correlação entre a rota de difusão e as redes sociais, teremos bases para afirmar que o comportamento está sendo transmitido socialmente, e para validar as reivindicações de tradições comportamentais em macacos-pregos. (AU)