Busca avançada
Ano de início
Entree

Shotgun proteomics em estudos de glioma, nas interações de complexos protéicos com nucleofosmina e no proteoma/fosfoproteoma de linhagens celulares derivadas de glioblastoma multiforme (GBM) estimuladas por EGF

Processo: 11/07568-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2012 - 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:José César Rosa
Beneficiário:José César Rosa
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados: Clarice Izumi ; Hélen Julie Laure ; Suely Kazue Nagahashi Marie
Assunto(s):Mapeamento de interação de proteínas  Neoplasias cerebrais  Glioma  Proteômica 

Resumo

Gliomas são os mais malignos dos tumores de cérebro, pois são muito heterogêneos, apresentam características como alta proliferação celular, hiperplasia, áreas necróticas e extensa formação de novos vasos sanguíneos. Entre ele, os astrocitomas correspondem a 60% dos tumores de cérebro e afetam geralmente a população adulta, sendo o prognóstico de sobrevida ruim, não passando de 12-14 meses de vida, pois apresentam tendência à recorrência e progressão maligna, não respondendo aos tratamentos. Estes são, em geral, muito agressivos e incluem ressecção cirúrgica, radioterapia e quimioterapia. Nosso grupo, recentemente, demonstrou a alteração das proteínas nucleofosmina e RKIP em glioblastoma multiforme (GBM). Estas proteínas estão envolvidas em duas vias de sinalização celular, PI3K/AKT/mTOR e RAS/RAF/MAPK, importantes para a formação de glioma e posicionadas "downstream" ao receptor de EGF. Na presente proposta pretendemos investigar, utilizando estratégia proteômica: 1) tumores de astrocitomas e oligodendrogliomas; 2) proteoma de linhagens celulares derivadas de GBM e correlacionar algumas proteínas com ensaios de proliferação, migração e apoptose; 3) efeito da estimulação por EGF na mudança do fosfoproteoma de linhagens celulares derivadas de GBM; 4) interações de complexos multi-protéicos tendo como alvo central as interações proteína-proteína com nucleofosmina (NPM1). Para alcançar esses objetivos, nós utilizaremos análise proteômica quantitativa através da marcação com isóbaros de iTRAQ e de incorporação de isótopos de aminoácidos estáveis (SILAC). Com a estratégia proteômica utilizando iTRAQ pretendemos estudar proteínas diferencialmente expressas em astrocitomas de grau II (4 casos); GBM de curta sobrevida <12 meses (4 casos); GBM de longa sobrevida >16 meses (4 casos); oligodendroglioma grau II (4 casos) e oligodendroglioma anaplástico (4 casos) comparados a um "pool" de amostras não tumorais (9 pacientes). Com a estratégia proteômica utilizando a incorporação metabólica de SILAC, nós investigaremos o fosfoproteoma e alterações do proteoma das linhagens U87MG e T98G estimuladas com EGF. Desta forma, esperamos contribuir para a geração de conhecimentos em câncer, avançar na tecnologia de análise proteômica e consolidar nossos estudos iniciais na progressão tumoral de glioma. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GIMENEZ, MARCELA; NAGAHASHI MARIE, SUELY KAZUE; OBA-SHINJO, SUELI; UNO, MIYUKI; IZUMI, CLARICE; OLIVEIRA, JOAO BOSCO; ROSA, JOSE CESAR. Quantitative proteomic analysis shows differentially expressed HSPB1 in glioblastoma as a discriminating short from long survival factor and NOVA1 as a differentiation factor between low-grade astrocytoma and oligodendroglioma. BMC CANCER, v. 15, JUN 25 2015. Citações Web of Science: 18.
GIMENEZ, MARCELA; MARIE, SUELY K. N.; OBA-SHINJO, SUELI M.; UNO, MIYUKI; DA SILVA, ROSELI; LAURE, HELEN JULIE; IZUMI, CLARICE; OTAKE, ANDREIA; CHAMMAS, ROGER; ROSA, JOSE CESAR. Quantitative proteomic analysis and functional studies reveal that nucleophosmin is involved in cell death in glioblastoma cell line transfected with siRNA. PROTEOMICS, v. 12, n. 17, SI, p. 2632-2640, AUG 2012. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.