Busca avançada
Ano de início
Entree

Anidrases carbônicas e o sistema de aquisição de ferro no fungo patogênico humano Aspergillus fumigatus

Processo: 11/20808-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2012 - 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Márcia Eliana da Silva Ferreira
Beneficiário:Márcia Eliana da Silva Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fungos  Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos  Anidrases carbônicas  Inibidores da anidrase carbônica  Aspergillus fumigatus  Dióxido de carbono  Ferro 

Resumo

Aspergillus fumigatus é um fungo saprofítico de grande importância no meio ambiente por reciclar carbono e nitrogênio. Entretanto, nos últimos 20 anos, este ascomiceto deixou de ser apenas um fungo saprofítico de menor importância para se tornar um dos principais agentes patogênicos humanos. Durante o seu processo de infecção, o fungo A. fumigatus depara-se com uma dramática variação nas concentrações de CO2 (0,036% no seu habitat natural contra 1 a 5% no hospedeiro infectado). Estudos realizados anteriormente demonstraram que a deleção de cada uma das quatro anidrases carbônicas de A. fumigatus não influenciou a virulência deste fungo. Além disto, apesar do duplo mutante DeltacafADeltacafB também não ter virulência alterada quando comparado à cepa selvagem DeltaakuBKU80, esta cepa possui fenótipo HCR ("High-CO2-Requiring), ou seja, é incapaz de crescer em condições ambientes de CO2 (0,036%); efeito este, revertido por altas concentrações de CO2 (5%). Ainda, análise transcripcional do duplo mutante DeltacafADeltacafB em diferentes concentrações de CO2 sugeriu um importante papel do ferro para o crescimento desta cepa em 5% de CO2. A fim de se verificar se há uma correlação direta entre o sistema de aquisição de ferro e as anidrases carbônicas de A. fumigatus e para uma melhor caracterização do sistema anidrase carbônica neste fungo, o presente projeto tem como objetivos: 1) Avaliar o crescimento do duplo mutante DeltacafADeltacafB em diferentes concentrações de ferro, em 0,036% e 5% de CO2; 2) Validar os resultados encontrados previamente nas análises por "microarrays" (Projeto FAPESP n° 2008/06493-0), determinando-se a concentração dos sideróforos no sobrenadante das culturas e determinando-se o nível de expressão de RNA de alguns genes relevantes; 3) Deletar o gene sidA na cepa DeltacafADeltacafB e caracterizar fenotipicamente este novo mutante; 4) Avaliar o efeito de diferentes inibidores da anidrase carbônica no crescimento e fenótipo HCR da cepa selvagem DeltaakuBKU80; 5) Realizar a análise da expressão gênica global, por "microarrays", do tipo selvagem exposto a diferentes concentrações de um determinado inibidor da anidrase carbônica (aquele que apresentar-se mais promissor frente às análises fenotípicas). Este projeto visa elucidar o sistema anidrase carbônica e das vias metabólicas a ela associadas no fungo A. fumigatus, favorecendo uma melhor compreensão do envolvimento desta enzima nos mecanismos de virulência e patogenicidade deste fungo patogênico humano. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.