Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do contexto ambiental no desempenho funcional de crianças frequentadoras de creches

Resumo

Na Classificação Internacional de Funcionalidade Incapacidade e Saúde (CIF) a funcionalidade é um componente de saúde e o ambiente pode ser facilitador ou barreira para o desempenho de ações não apenas de crianças especiais como também das saudáveis. Desse modo torna-se importante que programas vinculados a saúde infantil, foquem o cuidado no ambiente da criança, representado também pelas creches, uma vez que crianças passam grande parte de sua vida neste local e estudos têm apontado atraso no desenvolvimento infantil. Contudo, não se sabe se isto se deve aos fatores estruturais, pessoais ou inter-pessoais. Assim, verifica-se que estudos que avaliaram conjuntamente o ambiente escolar, o desempenho motor e cognitivo além da participação social destas crianças ainda não foram encontrados. Objetivo: Avaliar a influência da qualidade do ambiente no desempenho motor, cognitivo e na participação social de crianças freqüentadoras de creches em período integral. Métodos: Serão avaliadas 200 crianças freqüentadoras de creches municipais e particulares. Para avaliação do ambiente da creche será utilizada a escala Infant/Toddler Environment Rating Scale - Revised Edition (ITERS-R). Para avaliação do desempenho motor e cognitivo será utilizada a escala Bayley Scales of Infant and Toddler Development-III (BSITD-III). Para análise da participação social será utilizado o Life Habits for Children (LIFE-H). Os resultados serão avaliados por meio de testes estatísticos adequados com a normalidade de sua distribuição e homogeneidade da amostra. Para o estudo de correlação entre a qualidade da creche e desempenho nas escalas BSITD-III e LIFE-H serão utilizados coeficientes de correlação. Será adotado um nível de significância de 5% (p>0,05). (AU)