Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização molecular e funcional de receptores relacionados ao receptor de estrogênio (ERR) em neoplasias mamárias espontâneas de cães e sua correlação com o tipo histológico, o índice IHC4, e o prognóstico

Processo: 11/14177-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2012 - 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Maria Lucia Zaidan Dagli
Beneficiário:Maria Lucia Zaidan Dagli
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Oncologia veterinária  Neoplasias mamárias  Cães 

Resumo

Muitas neoplasias desenvolvidas em animais, particularmente cães e gatos, como as neoplasias mamárias, linfomas, osteossarcomas, neoplasias cutâneas e do sistema nervoso central assemelham-se às neoplasias desenvolvidas em seres humanos, e por isso, recentes publicações valorizam o estudo de neoplasias em animais como modelo para melhor compreeender o câncer em humanos. Semelhante à espécie humana, os tumores de glândula mamária são as neoplasias que mais comumente acometem as fêmeas caninas, sendo o cão apontado como importante modelo de estudo desta doença; cerca da metade dos tumores mamários caninos são malignos. Vários estudos apontam para fatores com valor prognóstico nas neoplasias mamárias em cães, tais como tamanho do tumor, tipo histológico, gradação histopatológica e acometimento dos linfonodos. Porém, não raro neoplasias consideradas de baixo grau de malignidade apresentam curso mais agressivo, culminando com a morte da paciente, contrariando os indicadores prognósticos comuns. As amostras biológicas dos tumores de mama em cadelas utilizadas neste estudo serão classificadas de acordo com suas características histopatológicas, graduação histológica, e avaliadas de acordo com o índice IHC4 obtido de um estudo imunoistoquímico dos marcadores de receptor de estrogênio ± (ER ±), receptor de progesterona (PR), do proto-oncogene HER2 e do marcador de proliferação celular Ki67 de neoplasias mamárias humanas criando, assim, um escore com valor prognóstico comparável a estudos humanos. Ainda, será realizada a avaliação dos três genes supressores tumorais, BRCA1, BRCA2 e GATA3, a qual contribuirá para melhor caracterização genotípica dos tumores mamários e sua comparação com neoplasias mamárias humanas. A expressão e função de uma família de Receptores relacionados ao Receptor de Estrogênio (ERRs), composta por três membros, ERR± (ou NR3B1), ERR² (ou NR3B2) e ERR³ (ou NR3B3) será avaliada em neoplasias mamárias caninas por meio de imuno-histoquímica, Real-Time PCR e Western blot. Recentes estudos têm apontado ERR± como um possível marcador prognóstico no câncer humano de mama, desenvolvendo uma função de regulador do metabolismo energético na célula neoplásica. Neste projeto também serão realizados estudos in vitro com células derivadas do tecido mamário normal e tumoral com o objetivo de elucidar a correlação entre o padrão de expressão dos diversos biomarcadores e progressão tumoral. Finalmente, a padronização de tais ferramentas metodológicas no modelo canino de estudo do câncer permitirá um melhor conhecimento das alterações moleculares encontradas em neoplasias mamárias caninas, com a perspectiva de favorecer seu controle em cães e possivelmente no homem. (AU)