Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo ecológico sobre o impacto da exposição a poluentes atmosféricos na morbi-mortalidade por doenças dos aparelhos respiratório e cardiovascular

Processo: 11/18629-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2012 - 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Ana Cristina Gobbo César
Beneficiário:Ana Cristina Gobbo César
Instituição-sede: Instituto Básico de Biociências (IBB). Universidade de Taubaté (UNITAU). Taubaté , SP, Brasil
Pesq. associados:João Andrade de Carvalho Junior ; Luiz Fernando Costa Nascimento
Assunto(s):Poluição atmosférica  Epidemiologia  Doenças cardiovasculares  Doenças respiratórias 

Resumo

A poluição atmosférica causada pela queima de biomassa e combustíveis fósseis é um problema que assola o mundo inteiro e por isso tem sido alvo de constantes estudos. Vários trabalhos recentes têm avaliado os efeitos adversos de poluentes do ar sobre a saúde da população, incluindo as taxas de mortalidade, de internação e atendimentos emergenciais causados por doenças cardiovasculares, respiratórias entre outras. Contudo ainda não há dados disponíveis sobre o município de Piracicaba (SP) e de outras cidades de porte médio da região, rica na produção de açúcar e etanol. Por isso, este trabalho tem por objetivo avaliar o impacto da exposição a poluentes do ar nas internações e nas taxas de mortalidade por doenças respiratórias e cardiovasculares no município de Piracicaba, SP. Será um estudo ecológico exploratório de série temporal com dados relativos à saúde (internações e taxa de mortalidade por doenças do aparelho circulatório e respiratório) e de poluentes do ar (CO, O3, NOx e PM2.5), obtidos de bancos de dados públicos. Para correlacionar as variáveis e estimar o risco dos desfechos segundo a exposição aos diferentes poluentes do ar será utilizada a regressão de Poisson (MAG), a correlação de Pearson e as ferramentas da lógica Fuzzy. Os resultados obtidos poderão nortear os serviços municipal e estadual de saúde no controle da poluição ambiental e na prevenção das internações e óbitos por doenças relacionadas aos aparelhos circulatório e respiratório, por meio da elaboração de um modelo preditivo para municípios de porte médio, como Piracicaba. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.