Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do aconselhamento nutricional da estratégia AIDPI sobre práticas alimentares, estado nutricional e desenvolvimento infantil

Processo: 11/50930-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2012 - 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública
Convênio/Acordo: Fundação Maria Cecília Souto Vidigal
Pesquisador responsável:Elizabeth Fujimori
Beneficiário:Elizabeth Fujimori
Instituição-sede: Escola de Enfermagem (EE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Atenção primária à saúde  Desenvolvimento infantil  Qualificação profissional  Educação continuada  Educação em enfermagem  Enfermagem pediátrica  Estado nutricional 

Resumo

O objetivo é avaliar o efeito do aconselhamento nutricional da estratégia AIDPI sobre a prática alimentar, adequação do estado nutricional e de desenvolvimento de crianças menores de dois anos cadastrados nos serviços de saúde da atenção básica de Itupeva, SP. Trata-se de estudo de intervenção do tipo 'antes-depois' em três fases. A 1ª fase (antes) é de abordagem quantitativa e incluirá amostra de 500 pares mãe-criança para avaliar, por meio de modelagem de equações estruturais, o efeito dos construtos 'condições socioeconômicas', 'características da criança', 'conhecimento e prática materna relacionadas à alimentação da criança' e 'estado nutricional' sobre o desenvolvimento infantil. A 2ª fase (intervenção) é de abordagem qualitativa, em que trabalhadores de saúde serão convidados a participar de capacitação com foco no aconselhamento nutricional da estratégia AIDPI, considerando como referencial a educação permanente em saúde, que ao final será avaliada por grupo focai. A 3ª fase (depois) é de abordagem quanti-qualitativa em que se avaliará o efeito do aconselhamento nutricional (capacitação) por meio da re-avaliação do conhecimento e prática materna relacionadas à alimentação infantil, estado nutricional e de desenvolvimento das crianças, além da percepção materna sobre esses eventos. O efeito será avaliado em amostra de dois pares mães-criança atendidas por profissional capacitado, cerca de 45 dias após a intervenção. A hipótese é que a capacitação em aconselhamento nutricional contribui para fortalecer ações de apoio e promoção da alimentação saudável, com vistas à melhoria da nutrição e do desenvolvimento infantil. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pesquisa verifica sobrepeso em crianças menores de 3 anos 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.