Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da microbiota oral humana por meio da técnica DNA-Checkerboard após a higienização com escovas que possuem cerdas impregnadas com digluconato de clorexidina ou íons de prata

Resumo

A doença periodontal afeta os tecidos de suporte dos dentes e é caracterizada pela perda de inserção periodontal e reabsorção do osso alveolar. Sua etiologia é multifatorial, sendo que o biofilme microbiano desempenha uma função essencial na patogenia das doenças periodontais. A literatura apresenta estudos que comprovam que a simples higienização rotineira com uma escova dental poderia causar bacteremias. Dessa forma, a escova dental, que além de auxiliar na remoção do biofilme dental poderia indiretamente levar à instalação de uma doença pela bacteremia que se seguiria à escovação. Este estudo tem a finalidade de avaliar o comportamento do biofilme microbiano da cavidade oral após a higienização por indivíduos saudáveis com escovas dentais com cerdas impregnadas de clorexidina ou íons de prata. As espécies microbianas envolvidas serão identificadas e quantificadas por meio do método de hibridização DNA Checkerboard. Serão utilizadas 72 escovas de tamanho médio, com cerdas macias, divididas em 3 grupos com 24 escovas cada: 1. Cerdas impregnadas com digluconato de clorexidina; 2. Cerdas impregnadas com íons de prata, e 3. Cerdas sem tratamento (controle). Serão selecionados 24 pacientes (12 do sexo masculino e 12 do sexo feminino) com boas condições de saúde, os quais utilizarão todos os tipos de escovas a serem testadas, em estudo clínico randomizado, cego e controlado (RCT), desenhado como crossover, na faixa etária entre 18 e 25 anos, que preencham os critérios de inclusão no estudo. O presente projeto foi aprovado junto ao Comitê de Ética em Pesquisa da FORP/USP (Processo n° 2011.1.584.58.7). Os indivíduos serão divididos em três grupos por meio de programa de computador, e cada grupo utilizará um tipo de escova teste (clorexidina e íons de prata) ou controle durante 30 dias. Após o primeiro mês de experimento, será respeitada uma semana de washout e os grupos reiniciarão o experimento alternando-se o tipo de escova utilizado previamente até que todos tenham utilizados todos os tipos de escovas propostos no estudo. As médias aritméticas obtidas em cada parâmetro avaliado (incidência e contagem bacteriana), para cada paciente, serão comparadas cruzando-se os tempos de colheita propostos (1, 2 e 4 semanas), os sítios investigados (supra e subgengival) e os tipos de escovas (testes e controle). Por se tratarem de variáveis contínuas, os dados dos parâmetros microbiológicos (contagem de células e incidência das espécies) serão submetidos à análise de variância de medidas repetidas. Dependendo da distribuição dos dados, serão usados os testes de Tukey-Kramer ou Kruskal-Wallis seguido do teste pos-hoc de Dunn. Diferenças serão consideradas significantes para valores de p<0.05. Os dados serão analisados utilizando o software estatístico NCSS 2007 (NCSS, Kaysville, EUA). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio: