Busca avançada
Ano de início
Entree

Variáveis do bebê e maternas: correlação com interação mãe-bebê e desenvolvimento infantil

Resumo

O estudo pretende descrever e relacionar a influência de variáveis maternas e do bebê na interação mãe-bebê e no desenvolvimento infantil, no primeiro ano de vida. Das maternas serão consideradas os estilos e práticas parentais, a idade e a escolaridade materna e os indicadores de ansiedade, stress e depressão materna e dos bebês serão consideradas a prematuridade, baixo peso ao nascer e ser filho de mãe adolescente. Participarão do projeto 200 bebês de até 12 meses de idade e seus cuidadores que frequentam o projeto de extensão "Acompanhamento do desenvolvimento de bebês: avaliação e orientação aos pais", que funciona no Centro de Psicologia Aplicada (CPA), de uma universidade pública paulista, onde os dados serão coletados. Uma entrevista inicial identificará as variáveis demográficas dos bebês e das mães. Para a avaliação do estilo e práticas parentais será utilizado o Inventário de Estilos Parentais para Mães de Bebês (IEPMB). Para a avaliação de ansiedade será utilizado o Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE), para os sintomas de stress, o Inventário de Sintomas de Stress (ISSL) e, para a depressão, o Inventário de Depressão Beck (BDI). Para avaliação do desenvolvimento dos bebês será utilizado o Inventário Portage Operacionalizado (IPO) e, para a análise da interação mãe-bebê será utilizado o Protocolo de Observação da Interação Mãe-Bebê 0-6 meses (POIMB 0-6). No primeiro encontro os pais responderão à Entrevista Inicial e o desenvolvimento de bebê será avaliado pelo IPO. Ao final da avaliação será agendado a segunda avaliação do bebê e assim, sucessivamente, durante o primeiro ano de vida. Independente da idade/mês do bebê, será a aplicado o Inventário de Estilos Parentais de Mães de Bebês (IEPMB). No terceiro ou quarto mês, será filmada a interação mãe-bebê, em horário previamente agendado. No sexto, nono ou décimo segundo mês do bebê, as mães serão convidadas a responder os instrumentos de avaliação de stress, ansiedade e depressão. Os dados da Entrevista Inicial serão correlacionadas aos dados do IPO e aos resultados do IEPMB. Os dados obtidos no IDATE, no ISSL e no Inventário de Depressão Beck serão relacionados aos resultados do IPO e do IEPMB. Os resultados do POIMB 0 - 6, serão analisados considerando bebês controles e bebês prematuros. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)