Busca avançada
Ano de início
Entree

As lesões do sistema nervoso central de cães com leishmaniose visceral são decorrentes da presença do parasita?

Resumo

A leishmaniose visceral é uma enfermidade que possui uma grande variabilidade de manifestações clínicas em cães, dentre elas a ocorrência de sintomas neurológicos, mesmo na ausência de outros agentes oportunistas. Apesar de alguns autores já terem identificado formas amastigotas do parasita no sistema nervoso central de cães com LV, não está claro ainda se o mesmo participa diretamente no desenvolvimento das alterações neurológicas. Desta forma, o presente estudo objetiva pesquisar, por meio de PCR em tempo real, a presença de DNA de L. chagasi em fragmentos parafinados de sistema nervoso central (córtex frontal, lobo piriforme, plexo coroide, ventrículo lateral, mesencéfalo, pedúnculos cerebelares e cerebelo) de dois grupos de cães portadores de leishmaniose visceral. O primeiro grupo constituído de 18 cães com evidências clínicas de envolvimento neurológico e o segundo grupo será formado por 18 animais sem evidência clínica de envolvimento neurológico, totalizando 216 fragmentos a serem avaliados. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARDINOT, CINTHYA B.; SILVA, JOSE E. S.; YAMATOGI, RICARDO S.; NUNES, CARIS M.; BIONDO, ALEXANDER W.; VIEIRA, RAFAEL F. C.; ARAUJO JUNIOR, JOAO P.; MARCONDES, MARY. DETECTION OF EHRLICHIA CANIS, BABESIA VOGELI, AND TOXOPLASMA GONDII DNA IN THE BRAIN OF DOGS NATURALLY INFECTED WITH LEISHMANIA INFANTUM. Journal of Parasitology, v. 102, n. 2, p. 275-279, APR 2016. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.