Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da confiabilidade e modo de falha de coroas de sistemas cerâmicos em função do desenho da infra-estrutura e do local de aplicação da carga

Processo: 11/23177-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2012 - 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Gerson Bonfante
Beneficiário:Gerson Bonfante
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Prótese dentária  Materiais cerâmicos  Porcelana dentária 

Resumo

As excelentes propriedades mecânicas da zircônia fazem com que ela seja o material cerâmico de eleição para as coroas e próteses fixas posteriores. Porém, os problemas relacionados à fratura ainda persistem. A falta de suporte das infra-estruturas às porcelanas é indicada como uma possível causa. O presente estudo visa avaliar através de testes laboratoriais se as infra-estruturas metálicas e cerâmicas com o desenho convencional ou modificado apresentam diferença estatística quanto à redução de complicações mecânicas, como fraturas e trincas na porcelana de revestimento ao receberem cargas axiais nas cristas marginais de coroas de um primeiro molar inferior. Quarenta coroas unitárias serão confeccionadas sobre preparos padronizados e divididos em 4 grupos: grupo I (infra-estrutura convencional de Níquel-Cromo); grupo II (infra-estrutura modificada de Níquel-Cromo); grupo III (infra-estrutura convencional de Zircônia - IPS Emax ZirCAD); grupo IV (infra-estrutura modificada de Zircônia - IPS Emax ZirCAD). Estas coroas serão submetidas ao teste de resistência à fadiga por meio da ciclagem dinâmica em água (106 ciclos ou até a fratura com carga variando de 30-300 N). Um indentador de aço inoxidável recoberto por porcelana (IPS Emax Press) aplicará a carga axial na crista marginal mesial, e após o término do ciclo, se aplicará a carga axial na crista marginal distal do mesmo. A ciclagem será interrompida em intervalos de 125 mil ciclos a procura de danos com auxílio de estereomicroscopia. Ao final, as coroas fraturadas serão submetidas a microscopia eletrônica de varredura e as não fraturadas serão incluídas em resina epóxi e polidas sequencialmente para a análise dos danos. Cada corpo de prova receberá escores de acordo com o tipo de falha apresentada. Será utilizada o teste Kruskal-Wallis para verificar diferença estatística entre os grupos e o de Miller para comparações múltiplas entre os grupos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FARDIN, VINICIUS P.; BONFANTE, ESTEVAM A.; COELHO, PAULO G.; JANAL, MALVIN N.; TOVAR, NICK; WITEK, LUKASZ; BORDIN, DIMORVAN; BONFANTE, GERSON. Residual stress of porcelain-fused to zirconia 3-unit fixed dental prostheses measured by nanoindentation. Dental Materials, v. 34, n. 2, p. 260-271, FEB 2018. Citações Web of Science: 4.
FARDIN, VINICIUS P.; DE PAULA, VITOR GUARCONI; BONFANTE, ESTEVAM A.; COELHO, PAULO G.; BONFANTE, GERSON. Lifetime prediction of zirconia and metal ceramic crowns loaded on marginal ridges. Dental Materials, v. 32, n. 12, p. 1543-1554, DEC 2016. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.