Busca avançada
Ano de início
Entree

Constituição de uma coleção de topótipos das espécies de peixes da Bacia Hidrográfica do Alto Paraná, rios Paraná, Tietê, Grande, Paranaíba e Paranapanema, para fins de estudos moleculares e reestruturação da coleção ictiológica do Laboratório de Ictiologia Sistemática da UFSCar

Processo: 11/50213-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2012 - 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Julio Cesar Garavello
Beneficiário:Julio Cesar Garavello
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/03891-3 - Coleta de topótipos, características e diagnóstico bioecológico da ictiofauna da Bacia do Rio Piracicaba, estado de São Paulo, BP.TT
Assunto(s):Genética  Filogeografia  Bacia hidrográfica  Rios  Peixes de água doce  Biodiversidade  Ictiofauna 

Resumo

As coleções de peixes de água doce dos museus do estado de São Paulo não possuem em seus acervos séries completas de topotipos das espécies de peixes da bacia hidrográfica do Alto Paraná. Estudos prévios mostraram que boa parte do material tipo procedente dos rios Paraná, Tietê, Grande, Paranaíba e Paranapanema se encontram em estado precário de conservação. É material ictiológico coletado há muito tempo, envelhecido, com alguns holótipos ou parátipos desaparecidos e necessitando a indicação de lectotipos e ou paralectotipos. Do ponto de vista taxonômico a experiência tem mostrado que os topotipos são poderosos auxiliares na identificação das espécies, pois recém coletados, apresentam a morfologia externa intacta em proporções corporais e o padrão de colorido original da espécie. Adicionalmente, a coleta de topotipos para analises moleculares contribuirá significativamente para o estudo de taxonomia, sistemática e filogeografia da ictiofauna do Alto Paraná. Esta proposta se apóia no relevante acervo ictiológico depositado no Laboratório de Ictiologia Sistemática da UFSCar (LISDEBE) e propõe ações para a sua reestruturação. Propõe-se a realização de expedições de coleta de topotipos das espécies dos rios do Alto Paraná, de acordo com os procedimentos do Programa Biota/FAPESP, para enriquecimento do acervo do LISDEBE-UFSCar e de coleções de museus do estado de São Paulo. Durante a coleta de topotipos, será realizada a coleta de material que iniciará a constituição de um banco de tecidos biológicos para análises moleculares. A proposta inclui ações para a organização, informatização e divulgação da coleção de peixes e tecidos no Sistema de Informação Ambiental do Programa Biota FAPESP. O projeto auxiliará as atividades de pesquisa do laboratório e de treinamento de estudantes na área de taxonomia e sistemática. Os resultados das pesquisas serão publicados em periódicos científicos, propondo-se também a confecção de uma serie de manuais da ictiofauna do Alto Paraná. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE OLIVEIRA, ALEXANDRE KANNEBLEY; GARAVELLO, JULIO CESAR; CESARIO, VINICIUS VENDRAMINI; CARDOSO, RODRIGO TORRES. Fish fauna from Sapucai-Mirim River, tributary of Grande River, upper Parana River basin, Southeastern Brazil. Biota Neotropica, v. 16, n. 1 JAN-MAR 2016. Citações Web of Science: 0.
OLIVEIRA, A. K.; APONE, F.; BIRINDELLI, J. L. O.; GARAVELLO, J. C. Fish assemblage structure of the Ipanema River, a small lotic environment partially protected by a Conservation Unit in southeastern Brazil. Brazilian Journal of Biology, v. 73, n. 2, p. 259-270, Maio 2013. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.