Busca avançada
Ano de início
Entree

Defesas químicas em plantas e insetos neotropicais

Processo: 11/17708-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2012 - 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Jose Roberto Trigo
Beneficiário:Jose Roberto Trigo
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Daniela Rodrigues ; Eduardo Leite Borba ; Lucas Augusto Kaminski ; Paulo Cesar Muniz de Lacerda Miranda ; Rodrigo Cogni
Bolsa(s) vinculada(s):13/15612-1 - Defesas químicas em plantas e insetos neotropicais, BP.TT
13/15924-3 - Defesas químicas em plantas e insetos neotropicais, BP.TT
Assunto(s):Insetos 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:defesas químicas | Insetos herbívoros | interações multitróficas | respostas induzidas | substâncias do metabolismo secundário | Ecologia Química

Resumo

Plantas e insetos herbívoros estão submetidos a inúmeras pressões seletivas por parte de seus inimigos naturais. Herbivoria em plantas e predação e parasitoidismo em insetos estão entre as principais forças seletivas que levaram a evolução de defesas nesses organismos. Dentre as estratégias de defesas em plantas contra herbivoria, dureza foliar, espinhos ou tricomas não glandulares, biossíntese de substâncias químicas tóxicas, deterrentes ou repelentes, e interações com inimigos naturais dos herbívoros estão entre os tipos mais comuns de defesas. Entre os insetos herbívoros, camuflagem, o uso de abrigos, defesas morfológicas (como espinhos, secreções, órgãos modificados) e comportamentais (como escapar, retaliar), além de defesas químicas, muitas vezes sequestradas de plantas hospedeiras, são estratégias utilizadas para evitar o ataque de predadores e parasitoides. Dentro desse contexto, o presente projeto dá continuidade ao estudo de defesas químicas de plantas e insetos neotropicais contra seus inimigos naturais. Esses estudos estão sendo desenvolvidos usando os seguintes sistemas multitróficos: (1) plantas do gênero Crotalaria (Leguminosae), o herbívoro especialista Utetheisa ornatrix (Lepidoptera: Arctiidae) e seus predadores, (2) Ipomoea carnea fistulosa (Convolvulaceae), seus herbívoros especialistas, besouros da subfamília Cassidinae (Chrysomelidae) e seus predadores e parasitóides de ovos, (3) Asclepias curassavica (Apocynaceae: Asclepiadoideae), seus herbívoros especialistas, a borboleta Danaus erippus (Nymphalidae: Danainae) e o pulgão Aphis nerii (Hemiptera: Aphididae), e (4) várias interações entre borboletas Lycaenidae, membracídeos e outros hemípteros, suas plantas hospedeiras e formigas que atendem esses insetos. Nos três primeiros sistemas o enfoque que está sendo estudado é como alcaloides pirrolizidínicos, alcaloides polihidroxilados e sesquiterpenos, e cardenolidas e compostos fenólicos mediam, respectivamente, essas interações. No último sistema, o principal interesse é estudar como hidrocarbonetos cuticulares camuflam esses insetos contra as formigas predadoras quimicamente orientadas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Guardiãs ao avesso  
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (11)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TRIGO, JOSE ROBERTO; MARTINS, CARLOS H. Z.; CUNHA, BEATRIZ P.; SOLFERINI, VERA N.. Native or nonnative host plants: What is better for a specialist moth?. Biological Invasions, v. 20, n. 4, p. 849-860, . (11/17708-0)
VERCOSA, DIOMAR; COGNI, RODRIGO; ALVES, MARCOS NOPPER; TRIGO, JOSE ROBERTO. The geographical and seasonal mosaic in a plant-herbivore interaction: patterns of defences and herbivory by a specialist and a non-specialist. SCIENTIFIC REPORTS, v. 9, . (11/17708-0, 13/25991-0)
DE OLIVEIRA, MARINA VASCONCELOS; TRIGO, JOSE ROBERTO; RODRIGUES, DANIELA. Southern Monarchs do not Develop Learned Preferences for Flowers With Pyrrolizidine Alkaloids. Journal of Chemical Ecology, v. 41, n. 7, p. 662-669, . (11/17708-0)
HOINA, ADAM; ZANINI MARTINS, CARLOS HENRIQUE; TRIGO, JOSE ROBERTO; COGNI, RODRIGO. Preference for high concentrations of plant pyrrolizidine alkaloids in the specialist arctiid moth Utetheisa ornatrix depends on previous experience. ARTHROPOD-PLANT INTERACTIONS, v. 7, n. 2, p. 169-175, . (11/17708-0, 98/01065-7)
MAGALHAES, ALEXANDRE EDUARDO; ZANINI MARTINS, CARLOS HENRIQUE; VERCOSA, DIOMAR; MASSUDA, KAMILA FERREIRA; TRIGO, JOSE ROBERTO. Ants visiting extrafloral nectaries and pyrrolizidine alkaloids may shape how a specialist herbivore feeds on its host plants. ARTHROPOD-PLANT INTERACTIONS, v. 11, n. 5, p. 629-639, . (11/17708-0, 13/15612-1)
MASSUDA, KAMILA FERREIRA; TRIGO, JOSE ROBERTO. Hiding in Plain Sight: Cuticular Compound Profile Matching Conceals a Larval Tortoise Beetle in its Host Chemical Cloud. Journal of Chemical Ecology, v. 40, n. 4, p. 341-354, . (08/04241-4, 11/17708-0)
MORAIS, A. B. B.; BROWN, JR., K. S.; STANTON, M. A.; MASSUDA, K. F.; TRIGO, J. R.. Are Aristolochic Acids Responsible for the Chemical Defence of Aposematic Larvae of Battus polydamas (L.) (Lepidoptera: Papilionidae)?. Neotropical Entomology, v. 42, n. 6, p. 558-564, . (11/17708-0, 98/01065-7)
MARTINS, CARLOS H. Z.; CUNHA, BEATRIZ P.; SOLFERINI, VERA N.; TRIGO, JOSE R.. Feeding on Host Plants with Different Concentrations and Structures of Pyrrolizidine Alkaloids Impacts the Chemical-Defense Effectiveness of a Specialist Herbivore. PLoS One, v. 10, n. 10, . (11/17708-0, 12/02526-7)
CARLOS H. Z. MARTINS; JOSÉ R. TRIGO. Pyrrolizidine Alkaloids in the Pericopine Moth Scearctia figulina (Erebidae: Arctiinae): Metabolism and Chemical Defense. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 27, n. 8, p. 1437-1443, . (11/17708-0)
LIMA, LUAN DIAS; TRIGO, JOSE ROBERTO; KAMINSKI, LUCAS AUGUSTO. Chemical convergence between a guild of facultative myrmecophilous caterpillars and host plants. ECOLOGICAL ENTOMOLOGY, v. 46, n. 1, p. 66-75, . (10/51340-8, 11/17708-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.