Busca avançada
Ano de início
Entree

Predição do crescimento de Panicum maximum: uma adaptação do modelo "CROPGRO Perennial Forage"

Processo: 12/01995-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de março de 2012 - 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Pastagens e Forragicultura
Pesquisador responsável:Carlos Guilherme Silveira Pedreira
Beneficiário:Carlos Guilherme Silveira Pedreira
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia vegetal  Capim-tanzânia  Plantas forrageiras  Forragem  Publicações de divulgação científica  Artigo científico 

Resumo

Gramíneas de clima quente tem grande importância econômica para a produção de bovinos em regiões tropicais e ferramentas que auxiliem no manejo e na pesquisa dessas forragens seriam altamente benéficas tanto para a pesquisa como para a indústria. Este estudo foi conduzido com o intuito de adaptar o modelo "CROPGRO Perennial Forage" para simular o crescimento da espécie tropical Panicum maximum Jacq. cv.Tanzânia e de descrever o processo de adaptação do modelo para essa espécie. Para desenvolver os parâmetros para essa espécie, iniciou-se o processo usando valores reportados na literatura. Alguns parâmetros e relações foram calibrados por meio de comparações com valores reais de crescimento, desenvolvimento, acúmulo de matéria seca e partição de fotoassimilados, medidos num experimento de 17 meses com capim Tanzânia em Piracicaba, SP, Brasil. Comparados a parâmetros iniciais definidos para o capim xaraés (Brachiaria brizantha (A. Rich.) Stapf. cv. Xaraés), os efeitos de dormência do modelo de forragens perenes, teve que ser minimizado, a partição para tecidos de reserva e raízes diminuída, e a partição para folhas e colmos aumentada, para ajustar o crescimento entre parte aérea e raízes. Parâmetros que afetam área foliar específica (AFE) e senescência de tecidos foram melhorados. Após essas alterações no modelo, o acúmulo de biomassa foi melhor simulado, com o acúmulo de forragem de 6576 kg ha-1 em média, ao longo de 11 rebrotações de 35 (verão) ou 63 dias (inverno), com raiz quadrada do QMR de 494 kg ha-1 (D-Stat = 0.985, razão simulado/observado=1.014). O modelo também forneceu boas predições contra um conjunto de dados independente, com valor semelhante de raiz-QMR e de D-Stat. Os resultados da adaptação sugerem que o modelo CROPGRO é uma fermenta eficiente para integrar os aspectos fisiológicos do capim Tanzânia e pode ser usado para simular seu crescimento. (AU)