Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do AMP cíclico e do cálcio no acoplamento excitação-contração e no trofismo muscular esquelético

Processo: 11/01519-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2012 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Rosely Oliveira Godinho
Beneficiário:Rosely Oliveira Godinho
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/13643-7 - Análise do efeito de bloqueadores de canais de cálcio na proteólise muscular esquelética, BP.TT
Assunto(s):Receptores acoplados a proteínas-G  Proteínas G  Canais de cálcio  Atrofia muscular 

Resumo

O processo de atrofia muscular esquelética está associado a estados catabólicos exacerbados, como aqueles observados no diabetes, insuficiência renal, câncer, doenças neurodegenerativas ou durante o próprio envelhecimento, acarretando a perda de independência e o aumento do risco de morte. As terapias utilizadas na tentativa de reverter a atrofia muscular se resumem ao exercício (ou estimulação eletromecânica) e medicamentos anabolizantes esteróides. No entanto, nos últimos 10 anos foi demonstrado que agonistas de receptores acoplados à proteína G (GPCR) estimulatória, que apresentam efeito inotrópico positivo, também minimizam a atrofia muscular por aumentar a síntese protéica e diminuir a proteólise musculares, via ativação da adenilil ciclase (AC) e aumento do AMPc. Resultados preliminares do grupo sugerem ainda a participação do Ca2+ extracelular como um possível modulador da contração e da proteólise muscular, por mecanismos que envolveriam a inibição de isoformas de AC sensíveis ao Ca2+. O objetivo do atual projeto é estudar a interrelação entre o exercício/atividade eletromecânica e as cascatas de sinalização de GsPCR Gs/AC/AMPc, do Ca2+ extracelular e de andrógenos na modulação da contração e do trofismo muscular esquelético. Para isso, avaliaremos o efeito da estimulação elétrica transmural in vitro, do exercício e de drogas androgenicas ou que interfiram com o influxo de Ca2+ e com a via AC/AMPc na proteólise e na contração de músculos de ratos e camundongos. Este estudo poderá contribuir para o entendimento de mecanismos de manutenção do trofismo muscular e estabelecimento de terapêutica medicamentosa combinada para minimizar a atrofia muscular inerente a estados catabólicos crônicos. A proposta atual engloba três projetos de doutorado, um de mestrado e uma iniciação científica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENEZES-RODRIGUES, FRANCISCO SANDRO; PIRES-OLIVEIRA, MARCELO; DUARTE, THIAGO; PAREDES-GAMERO, EDGAR JULIAN; CHIAVEGATTI, TIAGO; GODINHO, ROSELY OLIVEIRA. Calcium influx through L-type channels attenuates skeletal muscle contraction via inhibition of adenylyl cyclases. European Journal of Pharmacology, v. 720, n. 1-3, p. 326-334, NOV 15 2013. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.