Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão gênica e protéica de receptores Toll-like-1, -2, -4 e -6 em neutrófilos e monócitos maternos e avaliação da ativação dessas células em gestações normais e complicadas por RPM-PT ou TPP na presença ou não de corioamnionite histológica

Processo: 11/17692-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2012 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Márcia Guimarães da Silva
Beneficiário:Márcia Guimarães da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Complicações na gravidez  Receptores toll-like  Expressão gênica  Neutrófilos  Monócitos  Citocinas 

Resumo

Introdução: Receptores Toll-like (TLRs) constituem parte importante do sistema imune inato e são expressos em vários tecidos humanos. Poucos trabalhos enfocam o papel dos TLRs na gestação e dados escassos estão disponíveis em relação à expressão desses receptores em neutrófilos e monócitos maternos de gestações complicadas por rotura prematura de membranas pré-termo (RPM-PT) e trabalho de parto pré-termo (TPP). Objetivo: Traçar o perfil de expressão gênica e protéica de TLR-1, -2, -4 e -6 em neutrófilos e monócitos do sangue periférico materno, bem como avaliar o estado de ativação dessas células, ao longo da gestação normal e em gestações complicadas por RPM-PT e TPP, na presença ou não de corioamnionite histológica. Pacientes e métodos: Será realizado estudo longitudinal que incluirá 15 medidas da expressão dos TLRs em neutrófilos e monócitos maternos por semana gestacional, a partir da 5ª semana de gestação, incluindo o momento do parto. O grupo controle será constituído por 50 mulheres não-gestantes, as quais deverão possuir idade e paridade semelhantes ao grupo estudo. Paralelamente, será realizado um estudo transversal no qual serão incluídas 45 gestantes que apresentarem RPM-PT e 45 gestantes em TPP com bolsa íntegra, na presença ou não de corioamnionite histológica. O grupo controle será constituído por gestantes de termo sem complicações obstétricas, pertencentes ao do estudo longitudinal. Para todas as análises serão coletados um volume de 20mL de sangue periférico. A análise da expressão de TLR-1,-2,-4 e -6 em neutrófilos e monócitos maternos será realizada pela técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) em tempo real e a detecção protéica dos TLRs de interesse por citometria de fluxo. Após tratamento das culturas celulares com os PAMPs específicos, as dosagens das citocinas IL-1, IL-6, IL-8 e TNF-alfa nos sobrenadantes serão realizadas pela técnica de Citometria de Fluxo, utilizando-se o kit BDTM Cytometric Bead Array (CBA). Ainda será avaliada a produção de peróxido de hidrogênio, que será realizada, segundo o método descrito por Pick e Keisari e adaptado por Pick e Mizel. No momento da resolução da gestação, logo após a dequitação, fragmentos das membranas corioamnióticas serão fixados, desidratados em álcool, diafanizados em xilol e a seguir incluídos em blocos de parafina. Cortes de 5 mm serão corados pelo método Hematoxilina-Eosina (HE). A pesquisa de corioamnionite será realizada por análise histopatológica da presença ou ausência de infiltrado inflamatório polimorfonuclear. A análise estatística será realizada respeitando os pressupostos determinados pelos resultados. O nível de significância adotado será de 5% e o software empregado será o SigmaStat 9.0 (Jandel Corporation). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.