Busca avançada
Ano de início
Entree

Busca e identificação de peptídeos de isoformas de amelogeninas codificadas especificamente a partir do cromossomo X ou do cromossomo Y em dentes humanos extraídos

Processo: 11/23963-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2012 - 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:João Paulo Mardegan Issa
Beneficiário:João Paulo Mardegan Issa
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/05278-4 - Busca e identificação de peptídeos de isoformas de amelogeninas codificadas especificamente a partir do cromossomo x ou do cromossomo y em dentes humanos extraídos, BP.TT
Assunto(s):Proteínas do esmalte dentário  Amelogenina  Cromossomo X  Cromossomo Y  Espectrometria de massas 

Resumo

Recentemente em nosso laboratório demonstramos que é possível identificar peptídeos que são específicos de proteínas de esmalte no esmalte maduro humano de dentes extraídos há poucos meses e dentes de múmias com cerca de 1000 anos. Entre os peptídeos específicos do esmalte foram identificados peptídeos de amelogenina, particularmente de uma sequência codificada unicamente a partir do cromossomo X. Estes resultados sugerem que seja possível refinar a pesquisa em busca de peptídeos que exibem variações na sequência de aminoácidos quando codificados a partir do cromossomo X (isoforma X) e quando codificados a partir do cromossomo Y (isoforma Y). Até o momento não foram identificadas estas sequências em peptídeos obtidos a partir do esmalte maduro, embora estas variações estejam bem descritas a partir das sequências da amelogenina X e Y presentes no esmalte imaturo de seres humanos. Objetivo: testar se é possível identificar sequências que são específicas da amelogenina codificada a partir do cromossomo X ou cromossomo Y em dentes humanos extraídos e em dentes de múmia com gênero já identificado por PCR.Os resultados desta pesquisa serão muito importantes para a identificação do gênero de restos mortais para fins de pesquisa arqueológica e forense. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
Esmalte do dente permite determinar sexo de esqueleto humano 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.