Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel dos proteoglicanos na biologia do cancer coloretal e de prostata humanos:um estudo in vitro do seu microambiente tumoral.

Processo: 12/50024-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2012 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Leny Toma
Beneficiário:Leny Toma
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Glicosaminoglicanos  Neoplasias colorretais  Neoplasias da próstata  Proteoglicanas 

Resumo

O microambiente tumoral representa o focal onde mais se estabelece o remodelamento da matriz extracelular (ECM). Neste local também ocorrem a expressão alterada de moléculas envolvidas tanto na interação entre as células, bem como entre a célula e matriz. Esta rede funcional é determinante no comportamento das células malignas e essencial para a invasão local da célula tumoral e na formação de metástases. Os proteoglicanos, macromoléculas residentes da superfície celular e da matriz extracelular, ocupam uma posição estratégica nesse processo.No presente trabalho, estudaremos o papel dos domínios 6-O-sulfatados previamente encontrados em proteoglicanos de heparam sulfato (PGHS) em linhagens de adenocarcinoma coloretais, Caco-2 e HCT116. Para isso, a expressão de duas enzimas extracelulares, 6-O-endosulfatases, Sulf 1 e Sulf 2 serão investigadas. Estas células serão transfectadas in vitro com os cDNAs que codificam para essas enzimas, clonadas em pcDNA 3.1/Myc-His(-). A expressão dessas enzimas serão analisadas por PCR em Tempo Real, bem como por imunocitoquímica. Ensaio de afinidade por FGF-básico-biotinilado será realizado para verificar a influência da 6-O-sulfatação na ligação entre este tipo de PGHS e este fator de crescimento. Os proteoglicanos de condroitim sulfato (PGCS) dessas células também serão estudadas, pois domínios 6-O-sulfatados também foram encontrados nessa classe de macromoléculas. Estes domínios caracterizam um condroitim sulfato denominado E (CSE), relacionado na literatura com maior motilidade de células nervosas. Assim, estes PGCS serão investigados em ensaios de migração, proliferação e adesão a diferentes substratos. Ainda neste projeto, serão estudados a expressão diferencial de proteoglicanos em linhagens de adenocarcinoma de próstata, PC3, DU145, LNCaP, comparados a uma linhagem de próstata normal RWPE-1. Esperamos que nossos estudos possam fornecer novos subsídios para o entendimento da carcinogênese coloretal e prostática, uma vez que trabalhos tem mostrado participação dessas moléculas sulfatadas na biologia do câncer. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VICENTE, CAROLINA M.; LIMA, MARCELO A.; NADER, HELENA B.; TOMA, LENY. SULF2 overexpression positively regulates tumorigenicity of human prostate cancer cells. JOURNAL OF EXPERIMENTAL & CLINICAL CANCER RESEARCH, v. 34, MAR 14 2015. Citações Web of Science: 9.
VICENTE, CAROLINA M.; LIMA, MARCELO A.; YATES, EDWIN A.; NADER, HELENA B.; TOMA, LENY. Enhanced Tumorigenic Potential of Colorectal Cancer Cells by Extracellular Sulfatases. MOLECULAR CANCER RESEARCH, v. 13, n. 3, p. 510-523, MAR 2015. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.