Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do fumo passivo nas medidas de audição de escolares

Resumo

Estudos recentes têm apontado para uma fisiologia coclear reduzida em lactentes expostos ao fumo gestacional. Esta fisiologia reduzida poderia ser um indício de risco para o desenvolvimento de alterações auditivas. A avaliação audiológica por métodos objetivos e subjetivos de avaliação pode ser utilizada como índice do desenvolvimento do sistema auditivo, da percepção de fala e discriminação auditiva. O objetivo deste trabalho é verificar o efeito do tabagismo passivo nas medidas de audição na fase escolar. Serão avaliados escolares, sem intercorrências de saúde, os quais serão divididos em dois grupos de acordo com a exposição passiva ao fumo: 50 escolares expostos ao fumo passivo no ambiente familiar (grupo estudo - GE) e 50 escolares sem exposição familiar ao fumo passivo (grupo controle - GC). Os grupos serão avaliados por meio da captação das emissões otoacústicas, do teste de resolução temporal (detecção de gaps) e de potencial evocado auditivo de longa latência (P300). Para a divisão dos grupos será realizada a medida da cotinina (marcador do metabolismo de nicotina encontrado em fumantes ativos ou passivos) na urina do escolar. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DURANTE, ALESSANDRA S.; PUCCI, BEATRIZ; GUDAYOL, NICOLLY; MASSA, BEATRIZ; GAMEIRO, MARCELLA; LOPES, CRISTIANE. Tobacco Smoke Exposure during Childhood: Effect on Cochlear Physiology. INTERNATIONAL JOURNAL OF ENVIRONMENTAL RESEARCH AND PUBLIC HEALTH, v. 10, n. 11, p. 5257-5265, NOV 2013. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.