Busca avançada
Ano de início
Entree

Fontes de ácidos graxos poliinsaturados no desempenho e respostas imunológicas de bovinos Nelore para confinamento

Processo: 12/00884-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2012 - 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Mário de Beni Arrigoni
Beneficiário:Mário de Beni Arrigoni
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Cyntia Ludovico Martins ; Danilo Domingues Millen ; Rodrigo Dias Lauritano Pacheco
Assunto(s):Imunologia veterinária  Gorduras na dieta  Confinamento animal  Bovinocultura  Gado Nelore 

Resumo

O objetivo neste estudo será avaliar os efeitos da adição de fontes de lipídeos naturais e protegidos na dieta de bovinos Nelore no período pré-confinamento e confinamento nas concentrações plasmáticas de proteínas de fase aguda, cortisol e citocinas pró-inflamatórias além dos efeitos no desempenho produtivo, características de carcaça e prevalência de hepatização pulmonar. Serão utilizados cento e vinte bovinos, machos, não castrados, da raça Nelore (380kg) provenientes de sistema de recria a pasto. O delineamento experimental será inteiramente casualizado com medidas repetidas no tempo, composto por três dietas caracterizando os tratamentos: (Controle) sem fonte adicional de lipídeo, (GDESP) com fonte de lipídeo natural a base de co-produtos do algodão, e (GPROT) com fonte de lipídeo protegido rico em ácidos graxos poliinsaturados. O estudo será dividido em duas fases: pré-confinamento e confinamento. Na primeira fase (pré-confinamento, 30 dias antes do transporte), os animais serão mantidos a pasto recebendo suplementação a base de grãos com adição ou não de fonte de lipídeo conforme os tratamentos. Serão coletadas amostras de sangue antes do embarque dos animais (dia 0) para avaliação das respostas imunológicas. Após o transporte para o confinamento (segunda fase), serão coletadas novamente amostras de sangue nos dias 1, 3, 7 e 14. Os animais serão mantidos em 24 baias com cinco animais por baia (10m² e 1m de cocho por animal), sendo que cada tratamento será composto por oito baias, as quais serão consideradas as unidades experimentais para esta fase do estudo. Serão mantidos os mesmos tratamentos da primeira fase, com oferta de alimentos duas vezes ao dia (8h e 15h). O confinamento constituirá em período de adaptação (14 dias) e terminação. Os animais serão abatidos em frigorífico comercial ao atingirem peso vivo acima de 490 kg e gordura subcutânea mínima de 4 mm, e em seguida coletados dados sobre características de carcaça e hepatização pulmonar. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROBSON SFACIOTTI BARDUCCI; LUÍS MARCELO NAVE SARTI; DANILO DOMINGUES MILLEN; THAILA CRISTINA PUTAROV; FELIPE AZEVEDO RIBEIRO; MARIA CAROLINE DA SILVA FRANZÓI; CAROLINA FLORET DA COSTA; CYNTIA LUDOVICO MARTINS; MÁRIO DE BENI ARRIGONI. Ácidos graxos no desempenho e nas respostas imunológicas de bovinos Nelore confinados. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 50, n. 6, p. 499-509, Jun. 2015.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.