Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da carga física de trabalho da cafeicultura familiar de Minas Gerais

Processo: 11/51698-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2012 - 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção - Engenharia do Produto
Pesquisador responsável:Roberto Funes Abrahão
Beneficiário:Roberto Funes Abrahão
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Cafeicultura  Frequência cardíaca  Carga de trabalho 

Resumo

Diversas têm sido as pesquisas que tem a cafeicultura como tema a partir de perspectivas técnicas, agronômicas ou relacionadas a aspectos sócio - econômicos. No entanto, ainda são raras as investigações que objetivam identificar as características da carga física de trabalho na cafeicultura, sob uma perspectiva ergonômica. Este projeto busca caracterizar a carga física de trabalho da cafeicultura familiar do sul de Minas Gerais a partir da determinação da freqüência de exposição às categorias relevantes da atividade. Para tanto, pretende-se avaliar o esforço físico exigido para a execução das tarefas dos diversos sistemas de trabalho a partir da amostragem sistemática das situações de trabalho e da monitoração sincronizada do parâmetro fisiológico freqüência cardíaca; caracterizar o repertório postural adotado pelos trabalhadores pela adaptação do método OWAS; identificar as áreas do corpo dos trabalhadores que apresentam desconforto, pela aplicação do Diagrama das Áreas Dolorosas e o esforço percebido pelos mesmos através da aplicação da escala RPE, buscando correlacionar os resultados com os objetivos anteriores. Espera-se que, para além do conhecimento aprofundado das exigências físicas do trabalho da cafeicultura familiar, este projeto possa contribuir para a formulação de políticas públicas destinadas ao setor produtivo e para o desenvolvimento de novas tecnologias orientadas à minimização das dificuldades laborais e ao aumento da produtividade do trabalho. (AU)