Busca avançada
Ano de início
Entree

O Rio Taquari como área de reprodução e recrutamento de peixes e seu papel na manutenção da biodiversidade da Represa de Jurumirim (Alto Rio Paranapanema, SP)

Processo: 11/24159-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2012 - 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Recursos Pesqueiros de Águas Interiores
Pesquisador responsável:Reinaldo José da Silva
Beneficiário:Reinaldo José da Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Ecologia aquática  Ictiofauna  Peixes  Ictioplâncton  Represas  Barragens  Impactos ambientais  Pesca continental 

Resumo

O ambiente aquático neotropical vem sendo historicamente impactado, com sérios reflexos na ictiofauna. Os barramentos realizados para a construção de hidrelétricas, além de causar a interrupção das rotas migratórias, alteram o regime hidrológico natural, interferindo também na percepção dos gatilhos ambientais. Devido a isso, estes barramentos são considerados umas das formas mais contundentes de impacto sobre as espécies que realizam grandes migrações, afetando seriamente suas populações, ocasionando a depleção dos estoques destas espécies. Entretanto, alguns estudos relatam a capacidade das espécies migradoras em utilizar, alternativamente, os tributários das grandes represas como locais de desova, reprodução e recrutamento, mitigando em parte o problema existente da secção do grande rio existente na fase pré-barramento. Sendo assim, o objetivo deste projeto é avaliar a dinâmica reprodutiva das assembléias de peixes do rio Taquari, que é um dos grandes formadores da represa de Jurumirim. Ausência de estudos ictiofaunístico neste importante tributário, uma prospecção piloto mostrou que este tributário pode ser um importante sítio reprodutivo das espécies de peixes migradoras remanescentes ao impacto do barramento e que comumente são exploradas na pesca artesanal e esportiva. Para atender a este objetivo, serão realizadas coletas de peixes e ictioplâncton em três trechos do tributário (alto, médio e baixo) e na área de barragem da represa (trecho lêntico) durante dois ciclos reprodutivos 2011/2012 e 2012/2013. Os peixes serão capturados com auxílio vários aparatos (redes de espera, arrasto e peneira). Também, serão coletados ovos, larvas e juvenis de peixes a fim de se avaliar a ocorrência de desova e recrutamento nesta área. Dos peixes coletados serão inferidos, tamanho, peso, sexo e estádio de maturação gonadal. Para interpretação serão utilizadas algumas variáveis da biologia reprodutiva das assembléias de peixes, como índices reprodutivos, estrutura populacional, abundância e ainda presença de ovos, larvas e juvenis de peixes. Espera-se gerar bases para o manejo e gestão ambiental deste importante tributário do rio Paranapanema enfocando a manutenção dos recursos pesqueiros e definindo o seu papel com rota migratória alternativa. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NARCISO, RODRIGO BRAVIN; ACOSTA, ALINE ANGELINA; NOBILE, ANDRE BATISTA; DE LIMA, FELIPE PONTIERI; FREITAS-SOUZA, DIOGO; DA SILVA, REINALDO JOSE. Lernaea cyprinacea (Copepoda: Lernaeidae) in Piabarchus stramineus (Characiformes: Characidae) from the Taquari River, Sao Paulo State, Brazil. BIOLOGIA, v. 74, n. 9, p. 1171-1179, SEP 2019. Citações Web of Science: 0.
NOBILE, A. B.; FREITAS-SOUZA, D.; LIMA, F. P.; BAYONA PEREZ, I. L.; BRITTO, S. G. C.; RAMOS, I. P. Occurrence of Misgurnus anguillicaudatus (Cantor, 1842) (Cobitidae) in the Taquari River, Upper Parana Basin, Brazil. Journal of Applied Ichthyology, v. 33, n. 3, p. 527-529, JUN 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.