Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito imediato da órtese PediaSuit no controle postural em crianças com paralisia cerebral

Processo: 11/20942-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2012 - 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Thiago Luiz de Russo
Beneficiário:Thiago Luiz de Russo
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/06435-9 - Efeito imediato da órtese Pediasuit no controle postural em crianças com paralisia cerebral, BP.TT
12/06876-2 - Efeito imediato da órtese Pediasuit no controle postural em crianças com paralisia cerebral, BP.TT
Assunto(s):Reabilitação (terapêutica médica)  Neuropediatria  Paralisia cerebral  Eletromiografia  Controle postural  Aparelhos ortopédicos  Crianças 

Resumo

Sabe-se sobre a efetividade de inúmeras intervenções na criança com paralisia cerebral (PC), inclusive na utilização de órteses e dispositivos auxiliares do processo de reabilitação fisioterapeutica e durante a vida diária da criança. O mais recente programa é o método Suit Therapy que se baseia em um intenso e específico programa de exercícios, o qual inclui a utilização de uma órtese corporal que favorece o alinhamento biomecânico por meio de um sistema de cordas elásticas. Embora esse tipo de método esteja sendo utilizado, não há na literatura estudos que evidenciem a efetividade da órtese Pedisuit em crianças em diferentes níveis de GMFCS. Considerando, ainda, que crianças com PC possuem alteração nos mecanismos de controle postural, apresentando dificuldade na realização de atividades funcionais e em diferentes contextos da atividade diária, o objetivo do presente estudo é investigar os efeitos imediatos da utilização do Pediasuit no controle da postura sentada em crianças com PC de níveis de I a IV de GMFCS. Bem como, os efeitos imediatos da utilização do Pediasuit no controle da postura em pé, em crianças com PC de níveis I e II de GMFCS. Além disso, um dos objetivos secundários desse projeto é verificar se órtese Pediasuit influencia na capacidade de adaptação no controle da postura sentada e em pé de crianças com PC em diferentes níveis de GMFCS; utilizando assim as condições olhos abertos e fechados (vendados) nas superfícies instável e estável. Os dados cinéticos serão coletados com uso da plataforma de força. Os dados eletromiográficos serão coletados com uso de eletromiógrafo portátil de 16 canais. Além disso, uma escala para verificar equilíbrio estático, dinâmico e coordenação de tronco será aplicada. Serão realizadas três coletas de 20 segundos com a criança de olhos abertos, com um período de descanso de 120 segundos entre cada uma delas. Em seguida, serão utilizadas as condições olhos fechados, sob a superfície estável e instável, sem e com a utilização da órtese Pediasuit. As variáveis obtidas pela análise cinética serão amplitude, área de oscilação e velocidade do centro de pressão. As variáveis da análise de eletromiografia serão o nível de atividade muscular, simetria de ativação muscular e índice de ativação/coativação. Os resultados descritivos serão obtidos por meio do cálculo de média e desvio padrão, e serão avaliadas por meio de testes adequados com a normalidade de sua distribuição. Será adotado um nível de significância de 5%. Assim, espera-se uma melhora no desempenho da postura sentada e em pé para as condições com a utilização da órtese Pediasuit, independente das condições de demandas sensoriais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.