Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise radiográfica, tomográfica e microbiológica de dentes com necrose pulpar com ou sem lesão periapical

Processo: 10/20853-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2012 - 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Juliane Maria Guerreiro Tanomaru
Beneficiário:Juliane Maria Guerreiro Tanomaru
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Lesões periapicais  Radiografia periapical  Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)  Tomografia computadorizada de feixe cônico  Biologia molecular 

Resumo

As diferentes condições patológicas e microbiológicas da polpa dental, do sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais determinam diferentes protocolos para o tratamento endodôntico. As alterações radiográficas periapicais são relacionadas ao diagnóstico, prognóstico e plano do tratamento de canais radiculares. Enterococcus faecalis, Tannerella forsythia, Porphyromonas gingivalis, Treponema denticola e Candida albicans são alguns dos micro-organismos frequentemente isolados dos canais radiculares necrosados, porém não existem estudos correlacionando a presença e quantidade destas bactérias á extensão da destruição óssea periapical avaliada por tomografia computadorizada. O objetivo deste estudo será investigar a presença e quantidade dos micro-organismos citados acima, pelo método da reação de polimerase em cadeia em tempo real (real time PCR) ou qRT-PCR, em dentes abertos ou fechados de pacientes com necrose pulpar e presença ou ausência de lesão periapical visível radiograficamente, relacionando sua presença com a avaliação da região periapical por meio de tomografias computadorizadas de feixe cônico e radiografias. Inicialmente os dentes selecionados para o estudo serão radiografados e em seguida serão realizadas coletas microbiológicas e processamento das amostras para quantificação dos micro-organismos em estudo. Na sequência será realizada a tomografia. Os resultados obtidos pelo qRT-PCR, tomografias e radiografias serão analisados por métodos estatísticos quantitativos apropriados. (AU)