Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do ácido peracético e do hipoclorito de sódio na limpeza de canais radiculares instrumentados com diferentes sistemas rotatórios

Processo: 11/22022-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2012 - 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Ana Paula Martins Gomes
Beneficiário:Ana Paula Martins Gomes
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Hipoclorito de sódio  Irrigantes do canal radicular  Microscopia eletrônica de varredura  Ácido peracético 

Resumo

O objetivo deste estudo será avaliar, por meio da microscopia eletrônica de varredura, o efeito do ácido peracético a 0,5% e 2% e do hipoclorito de sódio a 5,25% nas paredes do canal radicular após instrumentação com diferentes sistemas rotatórios. Serão utilizados 80 dentes humanos unirradiculados que terão seus canais instrumentados de forma padronizada por dois sistemas rotatórios (Biorace e Mtwo), variando a solução irrigadora utilizada, como segue (n=10): G1H- Preparo Biomecânico (PBM) com Sistema Biorace + Solução de hipoclorito de sódio a 5,25%; G2H- PBM com Sistema Mtwo + Solução de hipoclorito de sódio a 5,25%; G3A- PBM com Sistema Biorace + Solução de ácido peracético a 0,5%; G4A- PBM com Sistema Mtwo + Solução de ácido peracético a 0,5%; G5A- PBM com Sistema Biorace + Solução de ácido peracético a 2%; G6A- PBM com Sistema Mtwo + Solução de ácido peracético a 2%; G7S - PBM com Sistema Biorace + Solução salina fisiológica (controle); G8S - PBM com Sistema Mtwo+ Solução salina fisiológica (controle). Finalizada a instrumentação, as raízes serão clivadas e as paredes dentinárias serão avaliadas em MEV com aumento de 500x e 2000x nos terços cervical, médio e apical. A área analisada será quantificada pelo número total de túbulos dentinários presentes e pela porcentagem de túbulos abertos na região avaliada. Os dados relativos à porcentagem de túbulos abertos serão submetidos à análise estatística utilizando os testes de ANOVA e Tukey com nível de significância de 5%. (AU)