Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da ressuscitação volêmica sobre a variabilidade da frequência cardíaca em modelo de choque hemorrágico em suínos

Processo: 12/00439-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2012 - 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:José Otávio Costa Auler Junior
Beneficiário:José Otávio Costa Auler Junior
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Denise Aya Otsuki
Assunto(s):Anestesiologia  Choque hemorrágico  Frequência cardíaca  Suínos 

Resumo

A monitorização e a determinação do verdadeiro estado volêmico de pacientes submetidos a trauma/hemorragia por meio dos sinais vitais convencionais (frequência cardíaca, pressão arterial, saturação arterial de oxigênio) é complexo pelo fato de suas alterações serem tardias na progressão do trauma. A resposta compensatória a hemorragia é guiada pelo sistema nervoso autonômico simpático e parassimpático. A literatura vem demonstrando que variabilidade da frequência cardíaca (VFC) pode ser empregada para monitorização da resposta autonômica compensatória dos pacientes, podendo detectar a deterioração de sua reserva fisiológica, identificando pacientes com resposta compensatória inadequada. O objetivo primário deste estudo é avaliar o comportamento das medidas indiretas da VFC (LF/HF e HF) em suínos durante choque hemorrágico e após reposição volêmica com solução cristalóide. Serão utilizados 16 suínos jovens, submetidos a hemorragia de 60% da volemia e avaliados por um período de 60 minutos sem reposição volêmica. Após esse período, os animais os animais serão subdivididos em sobreviventes e não-sobreviventes. Os animais sobreviventes serão tratados com solução de Ringer lactato e avaliados por um período de 180 minutos. A hipótese a ser investigada neste estudo é que a disfunção autonômica seja relacionada ao fato de alguns pacientes não desenvolverem uma resposta compensatória adequada à hemorragia grave e que haja uma correlação positiva entre as medidas de variabilidade cardíaca, a progressão do choque hemorrágico e a reposição volêmica, de maneira que tais informações possam ser úteis clinicamente como indicadores precoces de sobrevivência na vigência de hemorragia severa. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SALOMAO, JR., EDGARD; OTSUKI, DENISE AYA; CORREA, ANDRE LUIS; FANTONI, DENISE TABACCHI; DOS SANTOS, FERNANDO; IRIGOYEN, MARIA CLAUDIA; COSTA AULER, JR., JOSE OTAVIO. Heart Rate Variability Analysis in an Experimental Model of Hemorrhagic Shock and Resuscitation in Pigs. PLoS One, v. 10, n. 8 AUG 6 2015. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.