Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil de expressão protéica, gênica e de miRNAs no carcinoma urotelial de bexiga

Processo: 11/18476-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2012 - 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Fernando Augusto Soares
Beneficiário:Fernando Augusto Soares
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Cláudia Malheiros Coutinho Camillo
Assunto(s):Técnicas de diagnóstico molecular  Neoplasias da bexiga  Imuno-histoquímica  Expressão gênica  MicroRNAs  Serina-treonina quinases TOR  Reação em cadeia da polimerase em tempo real 

Resumo

O carcinoma urotelial invasivo é uma doença altamente letal. Atualmente o tratamento é orientado pelo comportamento biológico e, em especial, pelo nível de invasão. Enquanto os tumores superficiais são passíveis de ressecção local, os músculo-invasivos são tratados com cistectomia. Nestes casos, a quimioterapia neoadjuvante é indicada, porém o índice de quimiorresistência é alto. A última década trouxe avanços importantes no entendimento dos mecanismos moleculares associados à sua oncogênese, motivando a busca por marcadores prognósticos ou preditivos de resposta terapêutica, especialmente os sujeitos a terapia alvo. As vias mTOR e hipóxia-induzida relacionam-se intimamente e estão envolvidas na oncogênese de muitas neoplasias, inclusive no carcinoma urotelial invasivo. Contudo, o status de ativação e a interação dessas vias nas diferentes fases de progressão do carcinoma urotelial ainda não são bem estabelecidos, sendo baseado em estudos fragmentados e pouco abrangentes. A inibição farmacológica de ambas as vias, isoladamente ou em co-inibição é possível e está aprovada em outros órgãos do trato urinário, tornando-as alternativas terapêuticas promissoras. Este estudo pretende analisar o status de ativação das vias mTOR e hipóxia-induzida por imunoistoquímica e RT-PCR em tempo real e a expressão de miRNAs em carcinomas uroteliais correlacionando os resultados obtidos com parâmetros clinico-patológicos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SCHULTZ, LUCIANA; SPAGNUL, SAMUEL J. T.; DAMM, GILCY R.; DA CUNHA, ISABELA W.; BEZERRA, STEPHANIA M.; DA COSTA, WALTER H.; GUIMARAES, GUSTAVO C.; ZEQUI, STENIO DEC; SOARES, FERNANDO A. Ulceration in bladder cancer associates with extravesical disease, independent of cell cycle, or hypoxia pathways status Integrating gross morphology and expression profiles in cystectomies. UROLOGIC ONCOLOGY-SEMINARS AND ORIGINAL INVESTIGATIONS, v. 34, n. 11 NOV 2016. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.