Busca avançada
Ano de início
Entree

Anormalidades na substância branca demonstradas por abordagem "voxel a voxel" de imagem de tensor de difusão (DTI) em pacientes com displasia cortical focal

Resumo

Com o objetivo de detectar alterações microestruturais no tecido cerebral, utilizamos o exame de DTI para investigar a substância branca (SB) de pacientes com displasia cortical focal (DCF). Para isso, utilizamos uma medida de direcionamento da difusão, conhecida como anisotropia fracional (AF), que representa a orientação do eixo das estruturas dos feixes de fibras ao longo do qual as moléculas de água se movem de modo preferencial, indicando mudanças da microestrutura tissular. Foram analisados 53 sujeitos, sendo 22 pacientes e 31 indivíduos saudáveis. Todos os pacientes tinham diagnóstico clínico e eletroencefalográfico de epilepsia extratemporal (lobo frontal) secundária a provável DCF. Processamos o DTI com os programas: MRIcroN, FSL e TBSS (Tract-based Spatial Statistics). A comparação entre o grupo de pacientes e grupo controle foi realizada usando two-sample teste-t, com nível de significância de p <0,05. Identificamos áreas com redução da AF, nos lobos frontal, parietal, temporal e occiptal, sendo elas; fórceps menor à direita (p=0,032), fórceps menor à esquerda (p=0,042), e giro do cíngulo à esquerda (p=0,048), trato córtico-espinhal direito e esquerdo (p=0,022), fascículo fronto-occiptal inferior direito (p=0,022), fascículo longitudinal superior e inferior esquerdo (p=0,034), radiação talâmica anterior à direita (p=0,034) e fascículo uncinado à esquerda (p=0,042) Nossos resultados preliminares mostram um padrão extenso de anormalidades estruturais em regiões da SB que se estendem além do foco ictal (lobo frontal). (AU)