Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e avaliação de novas ténicas computacionais para viabilizar o fornecimento de qualidade de serviço em arquiteturas SOA

Processo: 11/09524-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2012 - 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Pesquisador responsável:Júlio Cézar Estrella
Beneficiário:Júlio Cézar Estrella
Instituição-sede: Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:Marcos José Santana ; Regina Helena Carlucci Santana ; Sarita Mazzini Bruschi
Assunto(s):Sistemas distribuídos  Programação orientada a objetos  Avaliação de desempenho  Web  Web service 

Resumo

Este projeto de pesquisa destaca a importância de uma investigação científica mais aprofundada sob o aspecto dos principais desafios relacionados ao desempenho de arquiteturas orientadas a serviços (SOA). O projeto corresponde à continuação da pesquisa realizada com o financiamento da FAPESP, durante o doutorado no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC-USP). No doutorado um protótipo de um sistema computacional denominado WSARCH foi modelado e implementado. Assim, os principais objetivos do presente projeto são o desenvolvimento de novas técnicas computacionais para viabilizar o fornecimento de qualidade de serviço em arquiteturas SOA por meio do protótipo WSARCH. As investigações que serão realizadas devem contribuir para o estado da arte e facilitar o desenvolvimento de aplicações orientadas a serviços. Como parte das investigações, taxonomias já apresentadas na literatura serão utilizadas para viabilizar o protótipo como uma arquitetura mais amigável e uma alternativa as arquiteturas SOA atuais. Ao alcançar o objetivo a estimativa é que arquitetura WSARCH venha a ser uma referência na área para tratar de problemas de desempenho e implantação de mecanismos de QoS em SOA, auxiliando tanto cientistas quanto a indústria na escolha de cenários mais adequados para desenvolver serviços que exijam grandes demandas computacionais em contextos distintos. (AU)