Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do barbatimão verdadeiro (Stryphnodendron adstringens Mart.) sobre a morfometria intestinal e controle da eimeriose em frangos de corte

Processo: 11/21972-5
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2012 - 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Silvana Martinez Baraldi Artoni
Beneficiário:Silvana Martinez Baraldi Artoni
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Ração  Nutrição animal  Frangos de corte  Morfometria  Intestino de animal  Eimeriose  Fitoterapia  Coccidiostáticos 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Anticoccidiano | Eimeria | Fitoterápico | intestino delgado | Nutrição, parasitologia, morfometria

Resumo

Um dos maiores problemas sanitários que acometem a produção industrial de frangos de corte é a eimeriose aviária tornando-se imprescindível um controle efetivo. Na maioria das vezes esse controle é realizado com adição de coccidiostáticos a ração, porém tem se observado que essa prática intensiva e utilizada muitas vezes de forma incorreta tem ocasionado alguns problemas de resistência e deposição de resíduos na carne sendo necessária a busca de novas alternativas para o controle da eimeriose aviária. Sendo assim o objetivo do presente estudo será de avaliar o efeito das cascas do Barbatimão verdadeiro (Stryphnodendron adstringens Mart.) sobre a morfometria intestinal de frangos de corte e a atividade terapêutica no combate ou controle da eimeriose aviária. Será utilizado um total de 630 pintos de corte de um dia que serão distribuídos aleatoriamente em três tratamentos. Os tratamentos correspondem a um controle negativo (sem adição de anticoccidiano na ração), um controle positivo (com adição do anticoccicidiano na ração) e um tratamento comfitoterápico proveniente de cascas de barbatimão, sendo que cada tratamento constará com seis repetições. Essas aves serão desafiadas com cepas contendo três espécies diferentes de Eimeria. Serão avaliados parâmetros clínicos através de determinação do escore de lesões no ceco das aves, análise morfométrica do intestino delgado (duodeno, jejuno e íleo) e também será registrada a mortalidade. Já para determinação dos índices zootécnicos será avaliados consumo de ração, conversão alimentar e ganho de peso. Espera-se obter com os resultados da avaliação do efeito do barbatimão verdadeiro, uma nova alternativa viável para o controleda eimeriose aviária e consequentemente a melhoria da produtividade dessas aves. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)