Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de perfil fenotípico e funcional de IFN-DCs: potencial de aplicação em vacina terapêutica para tratamento de indivíduos infectados pelo HIV-1

Processo: 12/02015-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2012 - 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Telma Miyuki Oshiro Sumida
Beneficiário:Telma Miyuki Oshiro Sumida
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Alexandre de Almeida
Assunto(s):Imunoterapia  Vacinação  Células dendríticas  Monócitos  Células matadoras naturais  Interferon tipo I  Fenótipo  HIV 

Resumo

A imunoterapia baseada em células dendríticas derivadas de monócitos (MoDcs) constitui uma estratégia promissora para o tratamento de indivíduos infectados pelo HIV. Protocolos para obtenção de MoDCs maduras, capazes de adequadamente apresentar antígenos a linfócitos T específicos em geral utilizam como mediadores da diferenciação celular as citocinas IL-4 e GM-CSF que originam DCs com características mielóides, aqui denominadas IL4-DCs. Por outro lado, alguns estudos propõem a obtenção de DCs através do cultivo de monócitos na presença de IFN tipo I (IFN-alfa) e GM-CSF, originando as IFN-DCs. Tais células exibem um fenótipo combinado de DCs mielóides e DCs plasmocitóides, associadas a características de células NK. Estudos utilizando células de doador sadio demonstraram que IFN-DCs são capazes de capturar antígenos e migrar para os linfonodos, produzir quimiocinas e citocinas, incluindo mediadores para estimulo de resposta Th1, como IL-12. Em nosso laboratório está em andamento protocolo de vacinação terapêutica para indivíduos infectados pelo HIV, utilizando DCs diferenciadas na presença de IL-4 e GM-CSF. Neste contexto, considerando o perfil misto das IFN-DCs no contexto de uma infecção viral, protocolos alternativos para a obtenção de DCs capazes de adequadamente estimular o sistema imune do paciente podem trazer elementos para o aperfeiçoamento desta imunoterapia. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar IFN-DCs derivadas de monócitos de pacientes infectados pelo HIV com relação a características fenotípicas e funcionais e comparar com as IL4-DCs convencionalmente obtidas. (AU)