Busca avançada
Ano de início
Entree

Cursos em convênio entre o Marine Biological Laboratory e ICB/USP | São Sebastião – SP

Processo: 12/50116-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica - Escola São Paulo de Ciência Avançada
Vigência: 01 de abril de 2012 - 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Convênio/Acordo: Marine Biological Laboratory (MBL)
Pesquisador responsável:Maristela Martins de Camargo
Beneficiário:Maristela Martins de Camargo
Instituição no exterior: Marine Biological Laboratory (MBL), Estados Unidos
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Data de realização: 04 de novembro de 2012 - 09 de novembro de 2012
Prazo para inscrições: Encerrado
Site do evento:http://www.icb.usp.br/mblcourses/
Assunto(s):Neurociências  Parasitologia  Parasitismo 

Resumo

Trata-se de duas escolas que terão como tema a parasitologia e o estudo dos sistemas neurais. As escolas reunirão cientistas brasileiros de renome internacional com os mais importantes expoentes internacionais da área. Estas escolas serão organizadas em conjunto com o estafe do "Marine Biological Laboratory (MBL)", sendo uma iniciativa muito importante para consolidarmos no futuro a criação de diversos cursos de altíssimo padrão com a chancela do MBL. Estas escolas trarão inúmeras vantagens tanto para os nossos alunos como para os grupos de cientistas nacionais. Os cursos terão a duração de uma semana, constando de uma série de 22 palestras proferidas conjuntamente para os setenta alunos participantes, e serão organizados de tal maneira a propiciar um ambiente que favoreça a interação entre todos os participantes. A interação dos nossos alunos tanto com os pesquisadores internacionais como com seus colegas de outras partes do mundo será uma oportunidade única de aprendizado, onde serão expostos ao estado da arte nas pesquisas envolvendo parasitas, e poderão estabelecer importantes contatos para futuros estágios com estes pesquisadores. A interação dos pesquisadores brasileiros com os internacionais abrirá portas importantes para futuras colaborações. No sentido de ampliarmos a internacionalização de nosso ambiente acadêmico, metade dos alunos selecionados virá de diversa parte do mundo e terão a oportunidade de conhecer o trabalho dos grupos nacionais e estreitar os vínculos com estes. Em resumo, trata-se de uma iniciativa que proporcionará aos nossos alunos uma experiência muito valiosa para sua formação como futuros líderes de pesquisa, e aumentará a visibilidade e as colaborações de altíssimo nível dos nossos grupos pesquisa. (AU)