Busca avançada
Ano de início
Entree

História pessoal e sentido da vida: análise biográfico-existencial

Processo: 12/50193-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de maio de 2012 - 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - Epistemologia
Pesquisador responsável:Dulce Mara Critelli
Beneficiário:Dulce Mara Critelli
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fenomenologia (filosofia)  Educação 

Resumo

O presente texto visa apresentar os pressupostos teóricos básicos da análise biográfico-existencial, metodologia terapêutica educativa desenvolvida pela autora, com recursos à filosofia existencial, especialmente ao pensamento de Hannah Arendt, secundado pelo pensamento de Marlin Heidegger. O eixo fundamental da metodologia é a compreensão da necessidade originária dos indivíduos de costurarem os fatos da vida com um fio de sentido, construindo, assim, narrativas (relatos, historietas e histórias) através das quais se autocompreendem, projetam-se em sua existência e agem. A análise biográfica-existencial tem por objetivo analisar quais e como são construídas essas narrativas e delinear a função delas na formação dos sujeitos agentes. Pretende, também, explicitar os fundamentos existenciais de tais narrativas e a relação que promovem entre o que Arendt nomeia como "vita activa" e "vida contemplativa". O presente texto é resultado da aplicação, análise e reflexão de atividade que (terapêutico - educativa) que vem sendo desenvolvida pela autora há cerca de dez anos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
A construção da história pessoal 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.