Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da leishmaniose visceral canina e da distribuição de flebotomíneos em área do Cinturão Verde de Ilha Solteira, SP

Processo: 11/07580-7
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2012 - 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Wilma Aparecida Starke Buzetti
Beneficiário:Wilma Aparecida Starke Buzetti
Instituição Sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Zoonoses  Parasitologia veterinária  Leishmaniose visceral animal  Leishmania infantum  Cães  Ilha Solteira (SP) 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:) chagasi | Cães | leishmania infantum | Leishmania (L | leishmaniose visceral canina | Lutzomyia longiplapis | Phlebotominae | Parasitologia

Resumo

A leishmaniose visceral canina (LVC) é uma zoonose parasitária de grande importância para a saúde pública, sendo causada pelo protozoário Leishmania (L.) infantum (syn: L. (L.) chagasi), que é transmitida principalmente pela picada da fêmea do inseto hematófago (mosquito palha) que pertence à espécie Lutzomyia longipalpis. As espécies do gênero Leishmania são parasitas intracelulares de macrófagos em humanos, cães e numa ampla variedade de animais silvestres, e se a doença for deixada sem controle quase sempre resultará na morte do anfitrião mamífero. O presente estudo objetiva um levantamento da prevalência da LVC em cães, a distribuição de flebotomíneos e dos fatores de risco associados à doença, em uma área rural periurbana denominada por Cinturão Verde, localizada do município de Ilha Solteira, SP. O diagnóstico da LVC será realizado por meio de técnicas parasitológicas, sorológicas (RIFI e ELISA) e moleculares (PCR). Os insetos flebotomínicos serão capturados com auxilio de armadilhas luminosas do tipo CDC colocadas mensalmente no peridomicílio. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA SPADA, JULIO CESAR; DA SILVA, DIOGO TIAGO; REAL MARTINS, KENNYA ROZY; RODAS, LILIAN APARECIDA COLEBRUSCO; ALVES, MARIA LUANA; FARIA, GLAUCIA AMORIM; BUZUTTI, MARCELO COSTA; SILVA, HELIO RICARDO; STARKE-BUZETTI, WILMA APARECIDA. Ocorrência de Lutzomyia longipalpis (Phlebotominae) e leishmaniose visceral canina em uma área rural de Ilha Solteira, SP, Brasil. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, v. 23, n. 4, p. 456-462, . (12/12066-3, 11/07580-7)
JULIO CESAR PEREIRA SPADA; DIOGO TIAGO DA SILVA; MARIA LUANA ALVES; NICOLÁS CÉSPEDES CÁRDENAS; OSVALDO FREDERICO INLAMEA; GLAUCIA AMORIM FARIA; ANDREA GONÇALVES FERREIRA; HELIO RICARDO SILVA; TRÍCIA MARIA FERREIRA DE SOUSA OLIVEIRA; WILMA APARECIDA STARKE BUZETTI. Risk factors associated with Leishmania exposure among dogs in a rural area of Ilha Solteira, SP, Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 53, . (12/12066-3, 11/07580-7)
PEREIRA SPADA, JULIO CESAR; DA SILVA, DIOGO TIAGO; REAL MARTINS, KENNYA ROZY; RODAS, LILIAN APARECIDA COLEBRUSCO; ALVES, MARIA LUANA; FARIA, GLAUCIA AMORIM; BUZUTTI, MARCELO COSTA; SILVA, HELIO RICARDO; STARKE-BUZETTI, WILMA APARECIDA. Occurrence of Lutzomyia longipalpis (Phlebotominae) and canine visceral leishmaniasis in a rural area of Ilha Solteira, SP, Brazil. REVISTA BRASILEIRA DE PARASITOLOGIA VETERINARIA, v. 23, n. 4, p. 7-pg., . (12/12066-3, 11/07580-7)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.