Busca avançada
Ano de início
Entree

Escore de cálcio e anatomia coronariana na identificação de risco de doença coronariana no Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil)

Processo: 11/12256-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2012 - 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Paulo Andrade Lotufo
Beneficiário:Paulo Andrade Lotufo
Instituição-sede: Hospital Universitário (HU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Estudos de coortes  Pontuação de propensão  Doenças cardiovasculares  Esclerose calcificante da média de Monckeberg  Biomarcadores  Cálcio 

Resumo

O Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (projeto inicial de 2006 e "paper" no prelo da linha de base a ser publicado no American Journal of Epidemiology ) é uma coorte prospectiva multicêntrica que inclui funcionários de instituições públicas de ensino superior, com o objetivo de investigar aspectos epidemiológicos, clínicos e moleculares das doenças cardiovasculares e do diabetes tipo 2. O ELSA-Brasil foi vencedor da Chamada Pública FINEP/CNPq 02/05 com participação de seis instituições: as universidades federais da Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul; da Fundação Oswaldo Cruz no Rio de Janeiro e da USP (Hospital Universitário-HU-USP) em São Paulo. Em 2010, a linha de base do estudo foi completada em todos os centros com 15105 participantes. O ELSA(SP) recrutou 5061 participantes entre agosto de 2008 e julho/2010. Em julho/2011 completar-se-á o 2º ano de seguimento sem perda no seguimento (um contato semestral). Em toda coorte foram obtidas informações sobre antropometria, pressão arterial, teste de tolerância oral a glicose, lípides, creatinina, marcadores inflamatórios, microalbuminúria; espessura médio-intimal de carótida, velocidade de onda de pulso, ecocardiografia, retinografia e questionário (sociodemografico, morbidade e dieta). Amostras de sangue e urina encontram-se congeladas. A criação tardia da primeira coorte brasileira possibilita avaliar desde o seu início, novos fatores de exposição que não eram disponíveis à época da criação de coortes americanas e européias. Entre fatores de exposição ainda não devidamente analisados encontram-se o escore de cálcio das artérias coronarianas e a identificação de placas ateroscleróticas nessas artérias por tomografia computadorizada. A única coorte que estudou o escore de cálcio, a MultiEthnic Study of Atherosclerosis utilizou equipamento menos preciso do que o aqui proposto e número menor de participantes. Vários estudos mostraram correlação ótima entre esse método e cineangiocoronariografia invasiva, mas poucos estudos avaliaram o método em indivíduos aparentemente saudáveis. Várias técnicas tentam estimar quais placas ateroscleróticas terão evolução mais rápida (instáveis) ou mais lenta (estáveis), sendo esta uma área de pesquisa recente na estratificação do risco coronariano. A proposta será de realizar o escore de cálcio na totalidade dos participantes do ELSA em São Paulo em tomógrafo computadorizado de 64 canais disponível no HU-USP. A tomografia coronariana será realizada em subamostra de 1684 participantes que (1) em qualquer idade, risco de doença coronariana maior que 10% pela classificação de Framingham ou (2) idade superior a 50 anos. No exame contrastado não serão incluídos os participantes com história de alergia a iodo, creatinina sérica acima 1,5 mg/dL e doença coronariana prévia. Indivíduos com frequência cardíaca acima de 60 batimentos por minuto serão medicados com beta-bloqueadores uma hora antes do exame. Os participantes receberão dinitrato de isosorbida para permitir dilatação coronária. Após realização do escore de cálcio, será injetado contraste (50-80 ml, dependendo do paciente) para aquisição das imagens tomográficas. Será utilizada técnica de aquisição prospectiva e, quando necessário, protocolos espirais de baixa dose com a menor dose de radiação possível. Espera-se exposição à radiação de 4-6 mSv/exame. Após aquisição, a imagem será processada e analisada por dois cardiologistas independentes com experiência no método, seguindo padronização de literatura, com cálculo do coeficiente de concordância além da chance. Este subestudo foi aprovado na CEP HU onde se apresentou avaliação de risco de contraste e radiação aos participantes do subestudo com tomografia, visto que o escore de cálcio isolado é de baixo risco.O presente projeto utilizará toda estrutura disponível do projeto ELSA e do HU-USP e, solicita a aquisição de equipamento para estocagem de imagem e material de consumo para execução do estudo angiográfico. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HARADA, PAULO H.; BENSENOR, ISABELA M.; BITTENCOURT, MARCIO S.; NASIR, KHURRAM; BLAHA, MICHAEL J.; JONES, STEVEN R.; TOTH, PETER R.; LOTUFO, PAULO A. Composite acute phase glycoproteins with coronary artery calcification depends on metabolic syndrome presence - The Brazilian Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brasil). JOURNAL OF CARDIOLOGY, v. 73, n. 5, p. 408-415, MAY 2019. Citações Web of Science: 0.
ANDRADE, GUSTAVO R. G.; GORGULHO, BARTIRA; LOTUFO, PAULO A.; BENSENOR, ISABELA M.; MARCHIONI, DIRCE M. Dietary Selenium Intake and Subclinical Hypothyroidism: A Cross-Sectional Analysis of the ELSA-Brasil Study. NUTRIENTS, v. 10, n. 6 JUN 2018. Citações Web of Science: 2.
MIRANDA, ANDREIA M.; STELUTI, JOSIANE; GOULART, ALESSANDRA C.; BENSENOR, ISABELA M.; LOTUFO, PAULO A.; MARCHIONI, DIRCE M. Coffee Consumption and Coronary Artery Calcium Score: Cross-Sectional Results of ELSA-Brasil (Brazilian Longitudinal Study of Adult Health). JOURNAL OF THE AMERICAN HEART ASSOCIATION, v. 7, n. 7 APR 3 2018. Citações Web of Science: 4.
PEIXOTO DE MIRANDA, ERIQUE JOSE F.; BITTENCOURT, MARCIO SOMMER; STANIAK, HENRIQUE LANE; PEREIRA, ALEXANDRE C.; FOPPA, MURILO; SANTOS, ITAMAR S.; LOTUFO, PAULO A.; BENSENOR, ISABELA M. Thyrotrophin levels and coronary artery calcification: Cross-sectional results of the Brazilian Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brasil). CLINICAL ENDOCRINOLOGY, v. 87, n. 5, p. 597-604, NOV 2017. Citações Web of Science: 2.
SANTOS, ITAMAR S.; BITTENCOURT, MARCIO S.; ROCCO, PRISCILA T.; PEREIRA, ALEXANDRE C.; BARRETO, SANDHI M.; BRUNONI, ANDRE R.; GOULART, ALESSANDRA C.; BLAHA, MICHAEL J.; LOTUFO, PAULO A.; BENSENOR, ISABELA M. Relation of Anxiety and Depressive Symptoms to Coronary Artery Calcium (from the ELSA-Brasil Baseline Data). AMERICAN JOURNAL OF CARDIOLOGY, v. 118, n. 2, p. 183-187, JUL 15 2016. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.