Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese, caracterização e investigação das propriedades fotofísicas de complexos de rênio (I)

Processo: 11/23408-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2012 - 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Karina Passalacqua Morelli Frin
Beneficiário:Karina Passalacqua Morelli Frin
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Físico-química  Rênio  Compostos de piridínio  Sensores químicos  Luminescência 

Resumo

A utilização de compostos de coordenação para o design de fotossensores oferece uma vasta aplicação, desde probes para pequenas moléculas a biomoléculas como proteínas e DNA. Em particular, a propriedade emissiva dos complexos polipiridínicos de rênio(I), fac-[Re(CO)3(NN)L]n (n = 0 ou +1), é geralmente atribuída ao estado excitado 3MLCT, que podem ser moduladas variando-se tanto o ligante polipiridínico, NN, como o ligante ancilar, L o que é muito favorável para o desenvolvimento de sensores luminescentes. Os complexos de rênio(I) possuem vantagens em relação aos compostos orgânicos utilizados para a mesma função: 1) longo tempo de vida de emissão, o que aumenta a sensibilidade de detecção ao utilizar técnicas resolvidas no tempo; 2) fotoestabilidade; 3) natureza fosforescente da emissão com grande deslocamento de Stokes que pode minimizar a auto-supressão da emissão; 4) grande sensibilidade frente a alterações no meio. Adicionalmente, eles mostram boa biocompatibilidade, sendo estáveis em condições fisiológicas e de baixa toxicidade e possuem alta permeabilidade na membrana. O presente projeto tem o objetivo sintetizar e caracterizar compostos de rênio(I) com diferentes ligantes NN e/ou L, bem como investigar as propriedades fotoquímicas e fotofísicas buscando racionalizar o efeito dos novos ligantes nestas propriedades. Desta maneira, será possível compreender como os mesmos alteram as propriedades no estado fundamental e excitado tanto em solventes polares como apolares e modular as características dos compostos para desenvolver e/ou melhorar fotossensores para biomoléculas. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAMOS, LUIZ DUARTE; DA CRUZ, HUGO MOREIRA; FRIN, KARINA P. MORELLI. Photophysical properties of rhenium(I) complexes and photosensitized generation of singlet oxygen. PHOTOCHEMICAL & PHOTOBIOLOGICAL SCIENCES, v. 16, n. 4, p. 459-466, APR 1 2017. Citações Web of Science: 11.
FRIN, KARINA P. M.; NASCIMENTO, VERONICA M. Rhenium(I) Polypyridine Complexes as Luminescence-Based Sensors for the BSA Protein. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 27, n. 1, p. 179-185, JAN 2016. Citações Web of Science: 2.
RAMOS, L. D.; SAMPAIO, R. N.; DE ASSIS, F. F.; DE OLIVEIRA, K. T.; HOMEM-DE-MELLO, P.; PATROCINIO, A. O. T.; FRIN, K. P. M. Contrasting photophysical properties of rhenium(I) tricarbonyl complexes having carbazole groups attached to the polypyridine ligand. DALTON TRANSACTIONS, v. 45, n. 29, p. 11688-11698, 2016. Citações Web of Science: 14.
GONCALVES, MARCIA R.; FRIN, KARINA P. M. Synthesis, characterization, photophysical and electrochemical properties of fac-tricarbonyl(4,7-dichloro-1,10-phenanthroline)rhenium(I) complexes. Polyhedron, v. 97, p. 112-117, SEP 5 2015. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.