Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de células tumorais circulantes e sua correlação com evolução clínica tumoral

Processo: 12/01273-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2012 - 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Fernando Augusto Soares
Beneficiário:Fernando Augusto Soares
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Ludmilla Thomé Domingos Chinen
Bolsa(s) vinculada(s):12/15584-5 - Detecção de células tumorais circulantes e sua correlação com evolução clínica tumoral, BP.TT
Assunto(s):Células neoplásicas circulantes  Resistência a medicamentos  Marcadores genéticos 

Resumo

Células cancerígenas podem propagar-se. A disseminação do câncer necessita da presença de células tumorais circulantes (CTCs), que são células raras circundadas por bilhões de células hematopoiéticas na circulação sanguínea. CTCs geralmente são indetectáveis por análise histopatológica convencional e por exames de imagem de alta resolução. Por isso, ensaios imunoistoquímicos e moleculares mais sensíveis têm sido desenvolvidos. Deng et al. (2008) desenvolveram um método de visualização de lâminas que combina o uso de três anticorpos fluorescentes com a informação obtida da morfologia celular, observada em microscópio óptico para a identificação de CTCs. Este método foi aplicado ao Ariol, um sistema automatizado de captação e análise de imagens que combina os dados da fluorescência com os da morfologia celular simultaneamente, na observação da mesma célula. Por meio de comparação deste sistema com o CellSearch TM System , que foi aprovado pelo FDA, estes autores mostraram que o Ariol foi mais sensível, mais acurado e mais apto a reproduzir os resultados. Há alguns estudos mostrando correlação entre expressão de genes de resistência/sensibilidade às drogas e resposta à terapia, mas raríssimos mostram essa expressão nas CTCs e as correlaciona com a expressão no tumor. ISET (Isolation by Size of Epithelial Tumor Cells) constitui um método direto de enriquecimento das células epiteliais por filtração. Baseia-se na observação de que a maioria dos leucócitos do sangue periférico são as menores células do corpo, com um tamanho que varia de 8 a 11 µm. Desta forma, estas células podem ser eliminadas por filtração do sangue através de uma membrana de policarbonato com poros calibrados de 8 µm. Após isoladas, as CTCs podem ser avaliadas por Giemsa, hematoxilina-eosina, ou caracterizadas por imunocitoquímica, FISH, TUNEL ou microdissecadas para análise molecular. Este método pode ser usado para avaliação dos genes de resistência a drogas. A análise de CTCs ainda não está sendo usada como parte da rotina no monitoramento de pacientes candidatos à recidiva e/ou recorrência ou metastatização. Assim, seria interessante adotarmos uma metodologia sensível, capaz de identificar CTCs. Aliado ao seu uso na rotina, a análise de CTCs inicialmente em pesquisa, poderia ajudar a nortear o tratamento, de algumas maneiras:- por meio da correlação entre níveis de CTCs e exames de imagem, o clínico pode saber se uma determinada terapia está funcionando ou não;- dependendo do tipo de correlação encontrada neste estudo, pode ser que seja possível evitar a realização de tantos exames de imagem, fazendo o acompanhamento dos pacientes apenas pelos níveis de CTCs;- pela observação da expressão de marcadores/genes de resistência em CTCs e sua correlação com a expressão tumoral e resposta, podemos chegar à conclusão de que tipo de terapia é mais eficaz para cada paciente. Além disso, se a expressão de marcadores/genes de resistência em CTCs correlacionar-se com a expressão tumoral, poderemos verificar a possibilidade de resposta a um determinado tratamento apenas pela análise sorológica, evitando coleta e/ou manipulação de material de biópsia tumoral. Este será um estudo prospectivo a ser realizado por meio de coleta de sangue de pacientes com tumores sólidos metastáticos ou localmente avançados (n= 230; CCR: 100 pacientes; pâncreas: 30 pacientes; pulmão: 100 pacientes) e que terá como controle negativo, sangue de indivíduos sadios e como controle positivo, este mesmo sangue spiked com células tumorais de cólon mantidas em cultura. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
A.C.Camargo inicia pesquisa para detectar células tumorais em pacientes com câncer 

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JOSÉ LUIZ GASPARINI-JUNIOR; MARCELLO FERRETTI FANELLI; EMNE ALI ABDALLAH; LUDMILLA THOMÉ DOMINGOS CHINEN. EVALUATING MMP-2 AND TGFß-RI EXPRESSION IN CIRCULATING TUMOR CELLS OF PANCREATIC CANCER PATIENTS AND THEIR CORRELATION WITH CLINICAL EVOLUTION. ABCD-ARQUIVOS BRASILEIROS DE CIRURGIA DIGESTIVA-BRAZILIAN ARCHIVES OF DIGESTIVE SURGERY, v. 32, n. 2, p. -, 2019.
GASPARINI-JUNIOR, JOSE LUIZ; FANELLI, MARCELLO FERRETTI; ABDALLAH, EMNE ALI; DOMINGOS CHINEN, LUDMILLA THOME. EVALUATING MMP-2 AND TGF beta-RI EXPRESSION IN CIRCULATING TUMOR CELLS OF PANCREATIC CANCER PATIENTS AND THEIR CORRELATION WITH CLINICAL EVOLUTION. ABCD-ARQUIVOS BRASILEIROS DE CIRURGIA DIGESTIVA-BRAZILIAN ARCHIVES OF DIGESTIVE SURGERY, v. 32, n. 2 2019. Citações Web of Science: 0.
SOUZA E SILVA, VIRGILIO; DOMINGOS CHINEN, LUDMILLA THOME; ABDALLAH, EMNE A.; DAMASCENA, ALINE; PALUDO, JOCIANA; CHOJNIAK, RUBENS; ABBADE DETTINO, ALDO LOURENCO; LOPES DE MELLO, CELSO ABDON; ALVES, VANESSA S.; FANELLI, MARCELLO F. Early detection of poor outcome in patients with metastatic colorectal cancer: tumor kinetics evaluated by circulating tumor cells. ONCOTARGETS AND THERAPY, v. 9, p. 7503-7513, 2016. Citações Web of Science: 4.
DOMINGOS CHINEN, LUDMILLA T.; LOPES MELLO, CELSO A.; ABDALLAH, EMNE ALI; OCEA, LUCIANA M. M.; BUIM, MARCILEI E.; BREVE, NATALIA M.; GASPARINI JUNIOR, JOSE LUIZ; FANELLI, MARCELLO F.; PATERLINI-BRECHOT, PATRIZIA. Isolation, detection, and immunomorphological characterization of circulating tumor cells (CTCs) from patients with different types of sarcoma using isolation by size of tumor cells: a window on sarcoma-cell invasion. ONCOTARGETS AND THERAPY, v. 7, p. 1609-1617, 2014. Citações Web of Science: 26.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.