Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo sequencial do perfil de expressão gênica em biópsias endomiocárdicas parafinadas: associação com rejeição humoral e vasculopatia do aloenxerto cardíaco

Processo: 12/03605-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2012 - 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Jarbas Jakson Dinkhuysen
Beneficiário:Jarbas Jakson Dinkhuysen
Instituição-sede: Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC). Fundação Adib Jatene (FAJ). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Hui Tzu Lin Wang ; Mario Hiroyuki Hirata ; Paula Helena Ortiz Lima
Assunto(s):Transplante de coração  Vasculopatia do aloenxerto cardíaco  Expressão gênica  Imuno-histoquímica  Rejeição de enxerto 

Resumo

O transplante cardíaco representa chances significativas de reabilitação e sobrevivência para os pacientes portadores de insuficiência cardíaca refratária ao tratamento clínico. A principal complicação tardia, cada vez mais importante à medida que a sobrevida aumenta, é a vasculopatia do aloenxerto cardíaco (VAC), com taxa de incidência estimada em 10% ao ano, chegando a 40-50% em receptores que completam o quinto ano de pós-operatório. A patogenia, provavelmente multifatorial, é ainda controversa, envolvendo fatores imunológicos (sexo do doador, histocompatibilidade ¬ HLA, episódios de rejeição) e não imunológicos (hipertensão arterial sistêmica, dislipidemia, obesidade, diabetes, tempo de isquemia, idade do receptor, infecção por citomegalovírus). Cada vez mais, a literatura mostra que o processo da VAC inicia-se com a lesão endotelial, e um desequilíbrio dos fatores inflamatórios e de regulação pode favorecer a patogênese da VAC.Neste projeto de pesquisa, propõe-se analisar as amostras sequenciais (1ª. semana, 3 e 6 meses, 1 e 2 anos do período de pós transplante) de biópsias endomiocárdicas parafinadas de 60 indivíduos transplantados. Por meio do teste de imunohistoquímica será detectado o fragmento C4d do complemento para o diagnóstico de rejeição humoral, e a detecção do C3b e o complexo C5b-9 do complemento indicará a lesão endotelial causada pela ativação da via alternativa do sistema complemento. Será avaliada também por método de Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real (RT-PCR) a expressão dos genes protetores (HMOXO-1, NOS2, BCL2L1), receptores para adiponectina (ADIPOR1 e ADIPOR2) e dos genes inflamatórios associados à injúria (IL-6, TNF±, IFN³,TGF-², VEGF e MCP-1). Acredita-se que ao estudar longitudinalmente a lesão endotelial mediada pela ativação do sistema complemento e analisar a expressão gênica envolvida no processo de rejeição humoral e VAC, poder-se-á compreender melhor a patogênese da doença e propor medidas de prevenção ou tratamento mais adequado aos pacientes submetidos ao transplante cardíaco. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LIN-WANG, HUI TZU; CIPULLO, REGINALDO; DIAS FRANCA, JOAO ITALO; FINGER, MARCO AURELIO; ROSSI NETO, JOAO MANOEL; CORREIA, EDILEIDE DE BARROS; DINKHUYSEN, JARBAS JACKSON; HIRATA, MARIO HIROYUKI. Intragraft vasculitis and gene expression analysis: Association with acute rejection and prediction of mortality in long-term heart transplantation. Clinical Transplantation, v. 32, n. 10 OCT 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.