Busca avançada
Ano de início
Entree

Aspectos imunofenotípicos e moleculares das células renais de ratos submetidos à hemorragia aguda após tratamento com Losartan

Processo: 12/05216-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2012 - 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Yara Marcondes Machado Castiglia
Beneficiário:Yara Marcondes Machado Castiglia
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados: Gustavo Pompeu Moreira
Assunto(s):Anestesiologia  Choque hemorrágico  Angiotensina II  Losartan  Apoptose  NADPH oxidase  Fator de necrose tumoral alfa 

Resumo

O choque hemorrágico, alvo de estudos em modelos experimentais, é alteração que deve sercontrolada em pacientes que são submetidos a procedimentos cirúrgicos, pois resulta em hipotensão e falência de órgãos importantes, principalmente os rins. O avanço da lesão renal está muito relacionado aos níveis de angiotensina II devido às suas ações hemodinâmicas e não-hemodinâmicas. A utilização de bloqueadores dos receptores de angiotensina AT1 favorece a perfusão dos órgãos sob condições de hemorragia acentuada, entretanto, pela possibilidade de determinar hipotensão de difícil controle, pode comprometer a pressão deperfusão renal. Assim, o presente estudo tem como objetivo a compreensão do mecanismo de lesão renal em ratos submetidos à hemorragia aguda tratados previamente com antihipertensivo bloqueador de receptor AT1, o Losartan, bem como a avaliação da apoptose,proliferação e produção de espécies reativas do oxigênio e expressão de citocinas IL-6 e TNF-±. Serão utilizados ratos Wistar anestesiados com sevoflurano e divididos em quatro grupos: placebo sem hemorragia; losartan sem hemorragia; placebo com hemorragia; Losartan com hemorragia. Será estudada a função renal com método que não utiliza urina. Todos os animaisserão submetidos a nefrectomia bilateral para análise da expressão gênica (qRT-PCR),protéica (Imunoistoquímica e Western blotting) e morfológica. Os resultados serão discutidos no nível de significância de 5%. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.