Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade do eixo hipotalamo hipofise adrenal no estresse hemorragico: possivel interacao estrogeno-ocitocina e participacao diferenciada de receptores tipos alfa e beta para estrogeno.

Resumo

As respostas induzidas por hemorragia envolvem a ativação de quatro sistemas principais, que acionam mecanismos contra-regulatórios essenciais para manter a homeostase durante a hipovolemia: simpato-adrenal, eixo HPA, renina-angiotensina e ANP-vasopressina hipotalâmico. Correlação positiva foi demonstrada entre intensidade de estresse, síntese de OT hipotalâmica e sua secreção na circulação sistêmica. Os sistemas efetores da resposta de estresse envolvem, além do eixo HPA, neurônios cerebrais adrenérgicos, noradrenérgicos e serotoninérgicos para processamento central dessa resposta. Neurônios catecolaminérgicos do tronco encefálico e da ponte participam do controle de funções cardiovasculares e neuroendócrinas na hemorragia. O estrógeno reduz a responsividade do eixo HPA em situações de estresse e promove condições fisiológicas melhores para recuperação dos efeitos da hemorragia, o que abre perspectivas terapêuticas relevantes. Várias regiões cerebrais que controlam a homeostase durante o estresse hemorrágico expressam receptores para estrógeno (ER). A ação do estrógeno na hemorragia poderia envolver especificamente ERα ou ERβ, ou ambos, dependendo da região cerebral, mas tal fato é ainda desconhecido. A ocitocina também atenua a atividade do sistema de estresse, reduzindo a liberação de ACTH e de glicocorticoides, em organismo exposto a estressores específicos. O objetivo deste trabalho é verificar se há diferença de ações específicas do estrógeno em cada tipo de receptor (ERα e ERβ) para o controle das respostas do eixo HPA ao estresse hemorrágico; se há interação ocitocina e estrógeno, nas respostas do eixo HPA ao estresse hemorrágico, bem como possíveis neuromediadores envolvidos nessa interação para modular as respostas. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GAMA DE BARCELLOS FILHO, PROCOPIO CLEBER; ZANELATTO, LEONARDO CAMPOS; APARECIDA SANTANA, BARBARA AMELIA; CALADO, RODRIGO T.; FRANCI, CELSO RODRIGUES. Effects chronic administration of corticosterone and estrogen on HPA axis activity and telomere length in brain areas of female rats. Brain Research, v. 1750, JAN 1 2021. Citações Web of Science: 0.
OLIVEIRA, L. L. B.; DEL BIANCO-BORGES, BRUNO; FRANCI, C. R. Estradiol and the feeding state modulate the interaction between leptin and the nitrergic system in female rats. Neuropeptides, v. 84, DEC 2020. Citações Web of Science: 0.
TRASLAVINA, GUILLERMO A. ARIZA; TORRES, FERNANDA PEDROSA; GAMA DE BARCELOS FILHO, PROCOPIO CLEBER; LUCIO-OLIVEIRA, FABIANA; FRANCI, CELSO RODRIGUES. Hypothalamic-pituitary-adrenal axis responsivity to an acute novel stress in female rats subjected to the chronic mild stress paradigm. Brain Research, v. 1723, NOV 15 2019. Citações Web of Science: 0.
SILVEIRA, MARINA AUGUSTO; FURIGO, ISADORA C.; ZAMPIERI, THAIS T.; BOHLEN, TABATA M.; DE PAULA, DANIELLA G.; FRANCI, CELSO RODRIGUES; DONATO, JR., JOSE; FRAZAO, RENATA. STAT5 signaling in kisspeptin cells regulates the timing of puberty. Molecular and Cellular Endocrinology, v. 448, n. C, p. 55-65, JUN 15 2017. Citações Web of Science: 13.
SILVA-ALVES, LUANA MARIA; GAMA DE BARCELOS FILHO, PROCOPIO CLEBER; FRANCI, CELSO RODRIGUES. ESTROGEN RECEPTORS ER alpha AND ER beta PARTICIPATION IN HYPOTHALAMUS-PITUITARY-ADRENAL AXIS ACTIVATION BY HEMORRHAGIC STRESS. Neuroscience, v. 349, p. 239-252, MAY 4 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.