Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtenção de extratos de folhas de Arrabidaea chica (humb.bonpl.) Verlot por extração fracionada em leito fixo a alta pressão usando dióxido de carbono supercrítico, etanol e água como solventes

Processo: 12/50182-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2012 - 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Fernando Antonio Cabral
Beneficiário:Fernando Antonio Cabral
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Arrabidaea chica  Extração supercrítica  Antocianinas 

Resumo

A Arrabidaea chica é uma planta largamente encontrada na América do Sul, sendo comum na Amazônia. Suas tomas comem antocianinas responsáveis pela cor vermelha intensa. As propriedades tintoriais desta planta são devidas a três pigmentos majoritários antociânicos do tipo 3-desoxiantocianidinas. Na Amazônia, o chá das folhas é utilizado como anti-inflamatório, contra eólicas intestinais, diarréia com sangue, anemia, leucemia e lavagem de ferimentos. A atividade anti-inflamatória das folhas deve-se as 3-desoxiantocianidinas associadas com outros compostos presentes na planta. Neste trabalho, extratos de folhas de Arrabidaea chica serão obtidos por dois tipos de processos: 1) extração seqüencial em leito fixo, inicialmente com dióxido de carbono supercrítico puro em uma primeira etapa, seguida das extrações com etanol em uma segunda etapa e água em uma terceira etapa, e 2) extração com dióxido de carbono supercrítico em uma primeira etapa, seguida de uma segunda extração com uma mistura de scCO2/etanol/água em diferentes proporções. Serão avaliadas as curvas de extração, rendimentos globais e rendimentos e concentrações de fenólicos totais, de flavonóides totais e de antocianinas totais. As concentrações das três antocianinas majoritárias serão determinadas por cromatografia líquida de alta eficiência. O efeito cicatrizante dos extratos será avaliado pelo método de indução de crescimento de fibroblastos in vitro. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PAULA, JULIA T.; PAVIANI, LOSIANE C.; FOGLIO, MARY A.; SOUSA, ILZA M. O.; DUARTE, GUSTAVO H. B.; JORGE, MICHELLE P.; EBERLIN, MARCOS N.; CABRAL, FERNANDO A. Extraction of anthocyanins and luteolin from Arrabidaea chica by sequential extraction in fixed bed using supercritical CO2, ethanol and water as solvents. JOURNAL OF SUPERCRITICAL FLUIDS, v. 86, p. 100-107, FEB 2014. Citações Web of Science: 23.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.