Busca avançada
Ano de início
Entree

VIII Congresso Internacional de Teoria Crítica: desafios e perspectivas na era digital

Processo: 12/07331-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 10 de setembro de 2012 - 14 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Fundamentos da Educação
Pesquisador responsável:Bruno Pucci
Beneficiário:Bruno Pucci
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Humanas. Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Instituto Educacional Piracicabano. Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Tecnologia  Era da informação  Filosofia da educação  Teoria crítica 

Resumo

O Congresso Internacional de Teoria Crítica é organizado a cada dois anos pelo Grupo de Pesquisa (GP) Teoria Crítica e Educação. Em setembro de 2012, de 10 a 14, realizar-se-á, na UNESP-Araraquara, o 8º Congresso Internacional, cujo subtítulo é: desafios e perspectivas na era digital. O GP, cadastrado no CNPq, coordenado por Bruno Pucci, da UNIMEP, desenvolve pesquisas em outras sedes institucionais, além da UNIMEP: UNESP-Araraquara, UFSCar, UNICAMP, UFSC e UFES; abriga, ainda, doutores pesquisadores da PUC-MG, UEM e UNESP-Bauru. Mais informações em www.unimep.br/teoriacritica. O GP pretende promover um debate sobre os desafios e perspectivas suscitadas pela tecnologia digital em todas as áreas, notadamente na formação e da cultura. Para tanto, reunirá especialistas de diversos campos do saber relacionados com a tradição dos pensadores da primeira geração da Teoria Crítica, e com as perspectivas abertas por reflexões recentes que retomaram os conceitos elaborados por esses teóricos no novo contexto da sociedade capitalista atual. A temática em pauta se reveste de importância à medida que aponta para a necessidade de lançarmos um olhar acurado sobre aspectos que compõem o dinâmico cenário da sociedade atual, marcado rápida disseminação da tecnologia digital. O Congresso será constituído: 1). por seis conferências proferidas por pesquisadores internacionais e nacionais, que abordarão a temática central do evento; 2). Por seis mesas redondas que desenvolverão as temáticas: a formação na era da cultura digital; teoria crítica, literatura e cinema; A indústria cultural na era digital; teoria crítica e psicanálise; dialética negativa, tecnologia e formação; 3) por 90 comunicações e 30 pôsteres, que se nortearão pelos eixos: teoria crítica e educação; comunicação e indústria cultural; estética e educação dos sentidos; teoria crítica, ética e formação; linguagens visuais e formação; teoria crítica, novas tecnologias e linguagem; teoria crítica e psicanálise; corporeidade e (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.