Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da influência da cervicite por Chlamydia trachomatis na persistência da infecção pelo papilomavírus humano (HPV) e no perfil de citocinas produzidas na secreção cervical de mulheres imunocompetentes

Processo: 12/01278-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2012 - 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Márcia Guimarães da Silva
Beneficiário:Márcia Guimarães da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Carlos Magno Castelo Branco Fortaleza ; João Manuel Grisi Candeias ; Luisa Lina Villa ; Paula Rahal
Bolsa(s) vinculada(s):13/10794-4 - Avaliação da influência da cervicite por Chlamydia trachomatis na persistência da infecção pelo papilomavírus humano (HPV) e no perfil de citocinas produzidas na secreção cervical de mulheres imunocompetentes, BP.TT
13/05970-8 - Avaliação da influência de cervicite por Chlamydia trachomatis na persistência de infecção pelo papilomavírus humano (HPV) e no perfil de citocinas produzidas na secreção cervical de mulheres imunocompetentes, BP.TT
Assunto(s):Infecções por Papillomavirus  Chlamydia trachomatis  Cervicite uterina  Prevalência  Epidemiologia  Mulheres 

Resumo

As infecções pelo Papilomavirus Humano (HPV) genitais, em geral, são transientes, pois a grande maioria delas é eliminadas pelo sistema imunológico de mulheres imunocompetentes. Embora apenas pequena proporção de mulheres apresente infecções persistentes pelo HPV, a elevada prevalência do vírus torna este um importante problema de saúde publica, principalmente nos países em desenvolvimento. Embora já se conheça as características do processo inflamatório desencadeado pela infecção por Chlamydia trachomatis, pouco ainda se sabe sobre o papel deste patógeno no que diz respeito à eliminação do HPV pelo sistema imunológico. Portanto, o objetivo do presente trabalho é avaliar a influência da cervicite por C. trachomatis como co-fator para o risco de infecção persistente pelo HPV e caracterizar o perfil de expressão de citocinas produzidas no local da infecção. Trata-se de um estudo epidemiológico que irá rastrear aproximadamente 3300 mulheres atendidas nas Unidades Básicas de Saúde do município de Botucatu, com idade entre 18 e 50 anos. Durante o exame especular, empregando-se o espéculo bi-valvo de Collins esterilizado e isento de qualquer lubrificante, será coletado conteúdo vaginal para análise do padrão de microbiota vaginal seguindo os critérios de Nugent et al. (1991) e Donders et al. (2002). A seguir, a secreção cervical será coletada com cytobrush para pesquisa de HPV e C. trachomatis pela Reação em Cadeia da Polimerase (PCR). A pesquisa de Neisseria gonorrhoeae, também por PCR, será realizada para exclusão das pacientes que apresentarem cervicite por esse agente. As mulheres HPV-positivas serão divididas em 2 categorias de estudo, na presença ou não de história de infecção por C. trachomatis, que serão acompanhados para determinação da prevalência de infecção persistente pelo vírus no período de 24 meses. Estes dados serão correlacionados com o padrao de citocinas produzidas no local da infecção que será avaliado por ELISA. Este projeto está vinculado a um pedido de bolsa de Pos-doutorado (processo Fapesp 2011/21734-7). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NODA-NICOLAU, NATHALIA MAYUMI; BASTOS, LARISSA BRITO; BOLPETTI, ALINE NASCIMENTO; SILVA PINTO, GABRIEL VITOR; MARCOLINO, LARISSA DODDI; MARCONI, CAMILA; TAFNER FERREIRA, CAROLINA SANITA; POLETTINI, JOSSIMARA; VIEIRA, ELIANE PASSARELLI; DA SILVA, MARCIA GUIMARAES. Cervicovaginal Levels of Human beta-Defensin 1, 2, 3, and 4 of Reproductive-Aged Women With Chlamydia trachomatis Infection. JOURNAL OF LOWER GENITAL TRACT DISEASE, v. 21, n. 3, p. 189-192, JUL 2017. Citações Web of Science: 2.
MARCONI, CAMILA; DUARTE, MARLI T. C.; SILVA, DANIELA C.; SILVA, MARCIA G. Prevalence of and risk factors for bacterial vaginosis among women of reproductive age attending cervical screening in southeastern Brazil. International Journal of Gynecology & Obstetrics, v. 131, n. 2, p. 137-141, NOV 2015. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.