Busca avançada
Ano de início
Entree

Preparação, caracterização in vitro e avaliação in vivo de filmes poliméricos mucoadesivos para prevenção e tratamento da mucosite oral aguda induzida por quimioterapia e radioterapia

Processo: 11/21219-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2012 - 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Marco Vinícius Chaud
Beneficiário:Marco Vinícius Chaud
Instituição-sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade de Sorocaba (UNISO). Sorocaba , SP, Brasil
Pesq. associados: Daiane Tenor Lopes ; Gilson Luchezi Delgado ; Luis Antonio Pires ; Maria Helena Andrade Santana ; Maricene Sabha ; Patricia Severino ; Perla Porto Leite Shitara
Bolsa(s) vinculada(s):13/16157-6 - Avaliação da atividade terapêutica e preventiva de filmes hidrogelatinosos mucoadesivos em pacientes sob tratamento antineoplásico., BP.TT
Assunto(s):Avaliação de medicamentos  Estomatite  Hidrogéis 

Resumo

A mucosite oral é uma comorbidade que afeta pacientes em tratamento antineoplásico de cabeça e pescoço. Esta doença é caracterizada pela dor e ulceração da mucosa e agrava com o decorrer do tratamento quimioterapico ou radioterápico, afetando o estado nutricional do doente e interrupção dos ciclos de tratamentos antineoplásicos. Os tratamentos disponíveis para a mucosite oral englobam anestesia local, descontaminação, crioterapia e anti-inflamatórios. O objetivo deste trabalho é o desenvolvimento tecnológico de hidrogéis, nas formas de partículas e filmes mucoadesivos para liberação controlada de fármacos. Os hidrogéis, serão preparados com composição baseada em ácido hialurônico e outros polímeros compatíveis com a membrana extracelular. Os fármacos empregados são comumente utilizados em produtos odontológicos. Os hidrogeis serão caracterizados fisica e quimicamente e avaliados in vivo. Este estudo abre a possibilidade de melhorar a qualidade de vida dos pacientes em tratamento antineoplásico, cumprir os protocolos radioterápicos e quimioterápicos, reduzir o tempo de tratamento e os riscos de comorbidade que acompanham a radioterapia e a quimioterapia. Paralelamente o estudo abre a possibilidade de novas investigações de produtos terapêuticos para prevenção e tratamento de outras mucosites como da faringe e da cavidade vaginal (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALVES, THAIS F. R.; RIOS, ALESSSANDRA C.; PONTES, KATIUSCA DA SILVA; PORTELLA, DECIO L.; ARANHA, NORBERTO; SEVERINO, PATRICIA; SOUTO, ELIANA B.; GONSALVES, JOYCE K. M.; NUNES, ROGERIA DE SOUZA; CHAUD, V, MARCO. Bilayer Mucoadhesive Buccal Film for Mucosal Ulcers Treatment: Development, Characterization, and Single Study Case. PHARMACEUTICS, v. 12, n. 7 JUL 2020. Citações Web of Science: 0.
YOSHIDA, VALQUIRIA M. H.; BALCAO, VICTOR M.; VILA, MARTA M. D. C.; OLIVEIRA JUNIOR, JOSE M.; ARANHA, NORBERTO; CHAUD, MARCO V.; GREMIAO, MARIA P. D. Zidovudine-Poly(L-Lactic Acid) Solid Dispersions with Improved Intestinal Permeability Prepared by Supercritical Antisolvent Process. Journal of Pharmaceutical Sciences, v. 104, n. 5, p. 1691-1700, MAY 2015. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.