Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos efeitos do treinamento resistido na sinalização molecular e remodelamento tecidual em ratas ovariectomizadas

Processo: 11/21607-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2012 - 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia do Esforço
Pesquisador responsável:Sergio Eduardo de Andrade Perez
Beneficiário:Sergio Eduardo de Andrade Perez
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia do exercício  Atividade física  Menopausa  Idosos 

Resumo

O aumento da expectativa de vida da população idosa é um fenômeno mundial. No Brasil as estatísticas mostram que essa tendência ocorre de forma radical e bastante acelerada o que aumenta a incidência e o tempo de mulheres na menopausa. Entretanto, a menopausa está associada a risco aumentado de várias alterações metabólicas deletérias que podem prejudicar a qualidade de vida. Estudos apontam que mulheres nesta condição apresentam redução da musculatura esquelética e da massa mineral óssea, maior deposição de gordura corporal, alterações pejorativas no perfil lipídico, aumento das concentrações de marcadores inflamatórios, reduzida capacidade oxidativa, além do aumento da resistência à insulina e de doenças cardiovasculares. Portanto é notória a importância de pesquisar a eficácia de intervenções não farmacológicas que revertam esse quadro deletério, uma vez que a terapia hormonal substitutiva implica em aumento do risco de desenvolvimento de câncer. Assim, a atividade física é indicada como atenuante destes sintomas e o treinamento resistido deve ser considerado. Estudos anteriores do nosso grupo de pesquisa demonstram que o treinamento resistido remodela positivamente vários tecidos e minimiza alguns efeitos deletérios da redução de estrógenos, tanto em humanos quanto em animais. O objetivo do presente projeto é uma melhor compreensão dos mecanismos fisiológicos moleculares envolvidos na resposta ao treinamento resistido nos tecidos: ósseo, muscular esquelético, hepático, cerebral e cardíaco em ratas ovariectomizadas na presença e na ausência da terapia de reposição hormonal. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARKUS V.C SOUZA; ANDERSON D. S LINO; LEANDRO G. D RUFFONI; MATEUS M. DOMINGOS; MARINA R. BARBOSA; MARIA F C. RODRIGUES; FABIANO C. FERREIRA; LUCIANE M. TOMAZ; GUSTAVO H. R. CANEVAZZI; NATÁLIA S. SILVA; JEFERSON A. A. TEIXEIRA; RICHARD D. LEITE; GILBERTO E. SHIGUEMOTO; SÉRGIO E. A. PEREZ. Resistance training and hormone replacement increase MMP-2 activity, quality and quantity of bone in ovariectomized rats. Motriz: rev. educ. fis., v. 23, n. 4, p. -, 2017.
BARBOSA, M. R.; SHIGUEMOTO, G. E.; TOMAZ, L. M.; FERREIRA, F. C.; RODRIGUES, M. F. C.; DOMINGUES, M. M.; SOUZA MASTER, M. V. C.; CANEVAZZI, G. H. R.; SILVA-MAGOSSO, N. S.; SELISTRE-DE-ARAUJO, H. S.; PEREZ, E. A. Resistance Training and Ovariectomy: Antagonic Effects in Mitochondrial Biogenesis Markers in Rat Skeletal Muscle. INTERNATIONAL JOURNAL OF SPORTS MEDICINE, v. 37, n. 11, p. 841-847, OCT 2016. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.