Busca avançada
Ano de início
Entree

Proteína quimérica do Treponema pallidum para aplicação no imunodiagnóstico da sífilis

Resumo

Trata-se de uma proteína quimérica recombinante contendo três antígenos do agente da sífilis, Treponema pailidum (GST-rTp47-15-17). A proteína quimérica resulta da fusão das sequências codificadoras dos antígenos do Treponema pailidum, Tp47, Tp15 e Tp17, com a porção "tag" da proteína glutationa S transferase (GST), clonados em um único plasmídeo de Escherichia coli. A construção quimérica foi confirmada por sequenciamento de DNA, e a reatividade antigênica da proteína recombinante (Tp47-15-17) purificada foi confirmada por Western Blot com soro controle de pacientes com sífilis. A proteína Tp47-15-17 foi empregada em teste de ELISA para pesquisa de anticorpos da classe IgG e foi capaz de discriminar 100% das 40 amostras com sorologia positiva para sífilis das demais 40 amostras com sorologia negativa para sífilis. O produto apresenta as vantagens de redução no custo de produção da proteína recombinante e de maior sensibilidade na detecção de anticorpos específicos contra T. pallidum de pacientes com diferentes estágios da doença sífilis. A proteína quimérica pode ser utilizada como reagente imunodiagnóstico em kits para o diagnóstico laboratorial da sífilis. (AU)