Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de genes envolvidos na relação parasita-hospedeiro na esquistosomose

Processo: 08/03181-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de setembro de 2008 - 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Ricardo de Marco
Beneficiário:Ricardo de Marco
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/04369-6 - Caracterização das estruturas de proteínas codificadas por genes de micro-exon (MEG) de Schistosoma mansoni: MEG 5 e MEG 8.2, BP.MS
12/07288-7 - Estudo da estrutura, imunorreatividade e parceiros proteicos de proteínas codificadas por genes de micro-exons de Schistosoma mansoni, BP.DD
11/09293-5 - Identificação de interações proteicas entre o produto proteico de MEG14 (gene de micro-exons) de Schistosoma mansoni e proteínas leucocitárias humanas, BP.IC
+ mais bolsas vinculadas 10/13350-1 - Estudo da estrutura e imunoreatividade de proteínas codificadas por genes de micro-exon de Schistosoma mansoni, BP.MS
08/11494-6 - Atividades de apoio de extração de RNA, clonagem e Sequenciamento de Transcritos, BP.TT
08/08698-9 - Clonagem e expressão em sistema heterólogo de proteínas secretadas do Schistosoma mansoni, BP.IC - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Tegumento animal  Interações hospedeiro-parasita  Esquistossomose  Schistosoma mansoni  Análise de sequência de DNA  Processamento alternativo 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_75_94_94.pdf

Resumo

Este projeto tem como objetivo estudar genes que codificam proteínas que se encontram na interface parasitahospedeiro ou são secretadas. Inicialmente, será realizado um estudo de sequenciamento em larga escala, buscando caracterizar transcritos enriquecidos nos tecidos da superfície do parasita. Para isso, se estabelecerá um protocolo para extração diferencial de RNA e sequenciamento em larga escala de RNA de frações de superfície do parasita adulto, macho e fêmea. Comparação destes dados com os obtidos para vermes inteiros permitirá a determinação de transcritos enriquecidos na superfície do parasita. Paralelamente, será realizado o sequenciamento direcionado dos transcritos gerados a partir de genes de microexons, uma nova classe de genes em Schistosoma mansoni ainda não caracterizada. Estes genes são compostos de exons extremamente curtos e codificam proteínas secretadas. A caracterização preliminar, realizada por nós, indica que esses genes geram uma grande variedade de transcritos por meio de splicing alternativo. Desse modo, serão realizados experimentos de RT-PCR com primers específicos e sequenciamento utilizando RNA de diversos estágios do parasita, com o objetivo de caracterizar a expressão diferencial de formas alternativas desses transcritos ao longo do ciclo de vida do parasita. Depois disso, se realizará a expressão das principais isoformas de algumas PCMs (proteínas codificadas por microexon genes) em sistema heterólogo para caracterização de propriedades biofísicas, ensaios para esclarecer a função destas proteínas, e ensaios de Western blot e imunolocalização para a confirmação da localização dessas proteínas no tegumento do parasita adulto. A implementação deste projeto permitirá o estabelecimento de uma linha de estudo de transcriptomas no Departamento de Física e Informática do IFSC-USP. Essa linha de pesquisa permitirá a descrição de transcritos de interesse no estudo da esquistossomose, cujos produtos proteicos poderão ser futuramente estudados através de colaborações com outros membros do departamento, que possui uma tradição na expressão heteróloga e estudos estruturais de proteínas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.