Busca avançada
Ano de início
Entree

Sensores a base de filmes finos de materiais orgânicos: desenvolvimento e interações moleculares filme/analito

Processo: 12/09053-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2012 - 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Carlos José Leopoldo Constantino
Beneficiário:Carlos José Leopoldo Constantino
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Filmes finos  Sensores  Espectroscopia de impedância  Língua eletrônica 

Resumo

Este projeto de Auxílio à Pesquisa Regular tem como objetivo geral dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos a partir dos Auxílios à Pesquisa Jovem Pesquisador (FAPESP 01/10520-4 entre 03/2002 e 02/2006) e Regulares (FAPESP 06/51039-0 entre 07/2006 e 12/2008 e FAPESP 09/16021-1 entre 03/2010 e 02/2012). É também a base para os projetos de iniciação científica e pós-graduação desenvolvidos sob minha orientação, além de estar associado à bolsa PQ nível 1d do CNPq. O foco do projeto está no estudo de interações moleculares entre filmes finos de materiais orgânicos e analitos de interesse com dois objetivos específicos principais: i) compreender os mecanismos de interação filme/analito que, no caso de lipídios aplicados como sistemas miméticos de membranas biológicas, tem interesse por si só; ii) desenvolver sensores do tipo língua eletrônica a partir dos materiais que em (i) se mostrarem mais sensíveis a determinados analitos. As interações são investigadas utilizando espectroscopia óptica (espalhamento Raman e SERS, absorção no UV-Vis e FTIR), microscopia (ótica, MEV e AFM) e medidas elétricas (DC, impedância e voltametria cíclica). As unidades sensoriais são fabricadas a partir da deposição de filmes finos (nanômetros de espessura) de materiais orgânicos sobre eletrodos interdigitados (para espectroscopia de impedância) ou ITO (para voltametria cíclica). Estes materiais incluem basicamente derivados de perilenos tetracarboxílicos, ftalocianinas metálicas, complexos de base de Schiff, ligninas e, principalmente, lipídios catiônicos, aniônicos e zwiteriônicos, os quais são depositados a partir das técnicas de automontagem (LbL - layer-by-layer), Langmuir-Blodgett (LB) e evaporação térmica a vácuo (PVD - physical vapor deposition), dependendo do material. Os analitos são compostos solúveis em água como sais de metais pesados, agrotóxicos e fármacos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.