Busca avançada
Ano de início
Entree

Beta-blockade upon myocardial remodelling in Chagas' cardiomyopathy

Processo: 12/11438-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de julho de 2012 - 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Felix José Alvarez Ramires
Beneficiário:Felix José Alvarez Ramires
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cardiologia  Doença de Chagas 

Resumo

Objetivos: a doença de Chagas se espalhou por toda a América Latina por causa da alta migração desses países. Cerca de 30% dos pacientes com doença de Chagas desenvolverá cardiomiopatia e 10% destes desenvolverá lesão cardíaca grave levando a insuficiência cardíaca. Beta-bloqueador melhora os sintomas e a sobrevida em pacientes com insuficiência cardíaca, no entanto, não foi confirmado na doença de Chagas. Nós avaliamos o papel do carvedilol na remodelação cardíaca e mortalidade em um modelo animais de cardiomiopatia chagásica. Métodos e Resultados: Foram estudados 55 hamsters sírios após infecção por T. cruzi divididos em 3 grupos: Controle (15), infectados (20), e infectados + carvedilol (20). Os animais foram submetidos ao ecocardiograma, eletrocardiograma, morfometria para avaliação do colágeno nos ventrículos corados com picrosirius red. Não houve alteração do diâmetro diastólico do ventrículo esquerdo entre os grupos, embora fosse um pouco maior nos grupos infectados, assim como do diâmetro sistólico do ventrículo esquerdo. O encurtamento também não se alterou entre os grupos, embora estivesse ligeiramente menor nos grupos infectados. O depósito de colágeno no espaço intersticial do miocárdio foi significativamente maior nos grupos infectados e o carvedilol não atenuou. A mesma resposta foi observada no espaço perivascular. A curva de sobrevida mostrou-se significativamente superior no grupo controle em comparação com os grupos infectados, e não se observou benefício do carvedilol durante o estudo. No entanto, observando-se apenas a fase aguda (até 100 dias de infecção), observou-se redução da mortalidade com carvedilol. Conclusão: Carvedilol não atenua a remodelação cardíaca ou mortalidade neste modelo de cardiopatia chagásica. O tratamento melhorou a sobrevida na fase aguda da doença. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUZA PIMENTEL, WALACE; ALVAREZ RAMIRES, FELIX JOSE; IANNI, BARBARA MARIA; CURY SALEMI, VERA MARIA; BIANCHI BILATE, ANGELINA MORAND; CUNHA-NETO, EDECIO; DE OLIVEIRA, ADRIANA MORGAN; FERNANDES, FABIO; MADY, CHARLES. The effect of beta-blockade on myocardial remodelling in Chagas' cardiomyopathy. Clinics, v. 67, n. 9, p. 1063-1069, 2012. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.