Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de catalisadores Pt-Sn, Pt-Sn-Ni para oxidação eletrocatalítica de etanol para uso em célula a combustível direta (DEFC)

Processo: 05/02849-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2006 - 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Adalgisa Rodrigues de Andrade
Beneficiário:Adalgisa Rodrigues de Andrade
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Eletroquímica  Eletrocatálise  Catalisadores  Oxidação  Células de combustível  Etanol  Dióxido de carbono 

Resumo

O etanol, um combustível renovável, com ampla rede de distribuição no país torna-se um candidato potencialmente interessante ao uso em células a combustível que empregam diretamente o etanol sem a necessidade de reforma. Para uma geração de energia mais vantajosa o interessante nesta oxidação é a transformação completa do etanol em dióxido de carbono. Neste processo, 12 elétrons são transferidos. No entanto, a quebra da ligação C-C do etanol ocorre em escala muito pequena na maioria dos catalisadores conhecidos até o momento, a formação de CO2 é seriamente dificultada devido a grande competição entre a formação dos produtos menos oxidados, isto é, e acetaldeido e ácido acético. Esta é uma séria limitação ao uso do etanol como combustível em dispositivos sem reforma. A utilização do etanol passa pelo entendimento das várias etapas de oxidação e das limitações em função das variáveis experimentais e superfície dos eletrocatalisadores. Vários trabalhos fundamentais abordam o tema da oxidação do etanol, no entanto, apesar dos grandes avanços no entendimento da reação de oxidação a quebra eficiente da ligação C-C ainda é um desafio. Em nosso laboratório temos estudado a oxidação de pequenas moléculas orgânicas, visando entender alguns aspectos desta oxidação em óxidos de metais nobres. Recentemente, com o apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia foi formado o Programa Brasileiro de sistema de célula a combustível, que visa ampliar, coletar informações e conhecimentos entre os diversos laboratórios de pesquisa sobre sistemas de células a combustível. Posteriormente, a transferência desta informação para o setor produtivo tendo como objetivo final tornar o Brasil auto-suficiente nesta tecnologia. Neste contexto o presente projeto visa à aquisição de insumos básicos e equipamentos para a adequação do laboratório de pesquisa do Departamento de Química da FFCLRP para a aplicação de catalisadores plurimetálico para oxidação eletrocatalítica de etanol para uso em célula a combustível direta (DEFC). Parte desta aplicação deve levar em consideração um entendimento completo de todas as etapas do mecanismo de oxidação do etanol no material empregado. (AU)

Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

BIOANODO PARA BIOCÉLULAS A COMBUSTÍVEL ETANOL/ 02 E PROCESSO PARA PREPARAR O MESMO PI1101233-1 - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) ; Universidade de São Paulo (USP) . Adalgisa Rodrigues de Andrade; Valtencir Zucolotto; Pietro Ciancaglini; Juliane Cristina Forti; Sidney de Aquino Neto - 23 de março de 2011

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.